Domingo, 7 de Dezembro de 2008
Sporting vence na Amadora e aproxima-se do topo da classificação.

 

CRÓNICA:

O Sporting conquistou a terceira vitória consecutiva, em jogos a contar para a Liga Sagres, ao derrotar, na Reboleira, a formação do Estrela da Amadora. Os «leões» entraram a perder, Izmailov empatou aos dez minutos e, na segunda parte, Liedson e o regressado Simon Vukcevic fizeram o resultado com que o jogo terminou.

Para a visita ao Estádio José Gomes, Paulo Bento optou por manter Daniel Carriço no eixo da defesa, ao lado de Anderson Polga, com o resto da defesa a ser composta por Bruno Pereirinha, à direita, e Grimi à esquerda. No meio-campo, o técnico «leonino» colocou Rochemback como médio interior direito, Izmailov na esquerda, Moutinho a «dez» e Veloso no vértice mais recuado do losango. Na frente, manteve a dupla formada por Liedson e Postiga.

O Sporting até entrou melhor no encontro mas, logo aos cinco minutos, e na primeira vez que o Estrela saiu para ataque, marcou. Na recarga a um remate de Varela, Anselmo fez o 1-0. No minuto seguinte, os «leões» tentaram o empate mas o remate de João Moutinho foi directamente para as mãos de Nélson - parecia que a formação «leonina» não ficara afectara com o golo sofrido... e pareceu bem; aos nove minutos, depois de uma jogada entre Grimi e Moutinho, Izmailov, no interior da área, fez o que quis e igualou a partida.

Com o empate alcançado, a turma «verde e branca» abrandou o ritmo e, por duas ocasiões, quase voltou a sofrer um golo - Anselmo ao poste (20 m) e uma grande defesa de Patrício (29 m) a remate de Celestino - mas nem por isso deixava de atacar e criar perigo para a baliza amadorense, com os lances mais perigosos a sairem dos pés de Rochemback (15 m) e Liedson (42 m), com o último a dar sensação de golo aos, cerca de 1500, adeptos «leoninos» presentes na Reboleira. Quando Paulo Costa apitou para o intervalo, o empate aceitava-se.

Tal como na primeira parte, a segunda começou com um golo, desta feita do Sporting. Liedson - pois claro - respondeu da melhor maneira a um cruzamento de Fábio Rochemback e, de cabeça, fez o segundo golo «leonino».

Durante cinco minutos, ainda se notou uma reacção da equipa da casa; depois, o Sporting tomou conta dos acontecimentos, criando sucessivas situações para dilatar a vantagem mas, ora por mérito do guarda-redes adversário, ora por falta de pontaria dos dianteiros «leoninos», isso só aconteceu à passagem do minuto 77. Apenas dois minutos depois de entrar, após longa ausência dos relvados, Simon Vukcevic fez o terceiro golo «verde e branco», no mesmo estádio onde, há pouco mais de um ano, se estreou a marcar pelo Clube.

A partir de então, e até ao apito final, o Sporting controlou os acontecimentos, mas continuou a criar situações para marcar, mas o marcador não mais se alterou.

 

In: Sporting.pt
 

 FICHA DE JOGO:

E. Amadora: Nélson; Hugo Gomes, Hugo Carreira, Nuno André Coelho, Moreno, Fernando Alexandre (Celsinho, 63 m), Vidigal, Celestino, Ndiaye (Jardel, 75 m), Anselmo e Silvestre Varela.
Treinador: Lázaro Oliveira.

Suplentes não utilizados: Filipe Mendes, Filipe Figueiró, Marcelo Goianira, Vítor Vinha e Rui Varela.
Disciplina: Cartão amarelo a Celestino (34 m), Ndiaye (38 m), Moreno (72 m), Vidigal (82 m).

Golos: Anselmo (5m).

Sporting: Rui Patrício; Pereirinha, Daniel Carriço, Polga, Grimi (Caneira, 22 m), Miguel Veloso, Rochemback, Izmailov (Pedro Silva, 80 m), João Moutinho, Postiga (Vukcevic, 75 m) e Liedson.
Treinador: Paulo Bento.

Suplentes não utilizados: Ricardo Batista, Ronny, Adrien e Yannick.
Disciplina: Cartão amarelo a Miguel Veloso (40 m) e Izmailov (58 m).
Golos: Izmailov (9 m), Liedson (50 m) e Vukcevic (77 m). 
 

 

AVALIAÇÕES À PRESTAÇÃO DE ROMAGNOLI:
 

• A contas com uma mialgia na coxa direita, Romagnoli não foi opção de Paulo Bento para este encontro.



publicado por Filipa às 21:40
link do post | comentar | favorito