Domingo, 24 de Agosto de 2008
Sporting com entrada de leão na Liga Sagres.

 

 

CRÓNICA:

O Sporting entrou na Liga Sagres 2008/2009 à procura do título que lhe foge desde 2001/2002. E não podia ter começado de melhor maneira. Os «leões» mostraram um bom futebol, defenderam bem e, acima de tudo, garantiram os três pontos.

Para apadrinhar a estreia da equipa da Trofa no primeiro escalão do futebol nacional, Paulo Bento optou por manter praticamente o mesmo «onze» utilizado na vitória da Supertaça, fazendo apenas entrar Grimi para o lugar de Marco Caneira.

O Sporting entrou bem no jogo e, logo aos quatro minutos, na sequência de um canto apontado pelo Rochemback, Tonel saltou mais alto que os defesas contrários e… estava feito o primeiro golo «verde e branco» na Liga Sagres 2008/2009.

Após o tento inaugural, os «leões» não adormeceram e continuaram à procura do golo, não deixando a equipa nortenha acercar-se com perigo da baliza de Rui Patrício e, à passagem do minuto 23 dilataram a vantagem. «Roca» bateu o livre que Paulo Lopes defendeu para a frente, Yannick ainda rematou à barra e, na recarga, Izmailov cabeceou para o fundo das redes adversárias. Apenas cinco minutos depois, Djaló fez o 3-0, de calcanhar, depois de um passe, na linha de fundo, de Romagnoli.

Até ao intervalo, os «leões» controlaram os acontecimentos.

A segunda parte começou como a primeira; com o Sporting à procura do golo, mas foi o Trofense quem marcou, da marca de grande penalidade, depois de uma falta de Polga (valeu-lhe o cartão vermelho directo) que só o árbitro assistente viu ter sido dentro da área «leonina».

Mesmo a jogar com dez unidades, o Sporting continuou à procura de alargar a vantagem, através de ataques rápidos e passes longos para os homens do ataque, sempre com o cuidado de não facilitar na defesa.
O jogo terminou com os «leões» a garantirem os primeiros três pontos da época.

In: Sporting.pt

 


FICHA DE JOGO
:
Sporting: Rui Patrício, Abel, Tonel, Polga, Grimi, João Moutinho, Rochemback, Izmailov, Romagnoli (Caneira, 60 m), Derlei (Postiga) e Yannick Djaló (Pereirinha, 80 m).
Treinador: Paulo Bento.
Suplentes não utilizados: Tiago, Carriço, Pedro Silva e Tiuí.

Disciplina: Cartão amarelo a Abel (59m). Cartão vermelho a Polga (58m).

Golos: Tonel (4m), Izmailov (23m), Yannick Djaló (28m).


Trofense: Paulo Lopes, Areias (Zé Carlos, 39 m), Valdomiro, Milton do Ó, Zamorano, Delfim, Pinheiro (Rui Borges, 69 m), Mércio, Ricardo Nascimento, Hélder Barbosa e Lipatin (Edu Sousa, 45 m).
Treinador: António Conceição.
Suplentes não utilizados: Vítor, Edu, Tiago Pinto e Miguel Ângelo.

Disciplina: Cartão amarelo a Areias (15m), Milton do Ó (22m), Valdomiro (50m), Ricardo Nascimento (72) e Delfim (79m).

Golos: Pinheiro (60 m.)

 

 AVALIAÇÕES À PRESTAÇÃO DE ROMAGNOLI:
 


 

• "Um verdadeiro quebra-cabeças para a organização defensiva do Trofense. Ora conseguia soltar-se e aparecer entre as costas de Mércio e a cara dos centrais, ora caía nas alas para promover desiquilíbrios. Uma pena ter deixado o relvado tão cedo." - in "Destaques positivos" de Record


• "Muito imaginativo e capaz de colocar a bola onde os adversários menos a esperam. Com uma movimentação constante contribuiu para o desnorte do Trofense, especialmente na primeira parte."  - in Record


• "É sem discussão o jogador do meio-campo mais limitado tacticamente, mas mostrou uma nova faceta, que seguramente agradou a Paulo Bento: para além da técnica desequilibradora, o argentino foi de uma entrega defensiva notável. Fez a assistência para o golo de Djaló (28') e foi o jogador sacrificado a ser substituído para equilibrar a equipa com a expulsão de Polga." - in O Jogo


• "Génio à solta que ninguém segurou: Deixaram-no andar solto, a pensar no último terço do ataque leonino, e depois queixam-se.. Romagnoli foi o homem que desequilibrou, que quase sempre fez os últimos passes que desnortearam os defesas do Trofense. Foi dele a oferta para o magnífico golo de calcanhar de Yannick, mas muitos outros lances tiveram o génio deste argentino.  - In A Bola


DECLARAÇÕES NO FINAL DO JOGO:

"Começámos muito bem, com uma boa exibição"

 


 

A entrada determinada do Sporting na Liga Sagres foi enaltecida por Romagnoli, que, porém, lamentou a expulsão de Polga. "Começámos muito bem o Campeonato, logo a fazer um bom jogo. Mas, na segunda parte, a expulsão do Polga atrapalhou um pouco os planos. Esse lance teve influência, mas não foi grande penalidade", opinou. O argentino já pensa no jogo com o Braga, reconhecendo que a ausência do brasileiro será "importante", mas garantiu confiança no substituto. "O Polga vai fazer muita falta, mas quem o substituir vai estar à altura", disse "Pipi". E, quanto à sua condição de titular, foi claro: "Trabalho sempre para estar no onze."

In: O Jogo

 



publicado por Filipa às 18:24
link do post | comentar | favorito

2 comentários:
De micaela a 27 de Agosto de 2008 às 20:36
sou benfiquista, mas acho que o romagnoli é um grande jogador...


De micaela a 27 de Agosto de 2008 às 20:37
http://davidluiz-23.blogspot.com/ este é o meu blog


Comentar post