Segunda-feira, 31 de Março de 2008
Sporting vence Naval (1-4) e afasta fantasma dos jogos fora.


CRÓNICA
:
Na deslocação à Figueira da Foz, os «leões» golearam a Naval por 4-1, com golos apontados por Miguel Veloso, Liedson (2) e Yannick Djaló. Vitória sem contestação da equipa «verde e branca», que conseguiu dar a volta ao resultado.

Foi um Sporting com três alterações no onze, relativamente à equipa que alinhou na final da Taça da Liga, que se apresentou no Estádio Bento Pessoa. Pereirinha, Gladstone e Tiuí actuaram como titulares nos lugares de Abel, Polga e Vukcevic, respectivamente.

O jogo iniciou-se numa toada lenta, mas com a primeira oportunidade de golo a pertencer ao Sporting, com Tonel – na sequência da marcação de um pontapé de canto por parte de Romagnoli – a obrigar Wilson Júnior a defesa apertada. Estava dado o primeiro sinal de perigo e a demonstração de que os «leões» tinham entrado com tudo para resolver cedo a partida. No entanto, a inauguração do marcador ficou a cargo da Naval, que, aos 11 minutos,
fez o primeiro da partida, por intermédio de Marcelinho. Os pupilos de Paulo Bento reagiram e nove minutos depois do golo sofrido chegaram ao empate. Miguel Veloso encarregou-se da marcação perfeita de um livre directo, repondo a igualdade no marcador. Os «leões», mais rápidos e expeditos nas transições, aos 22 minutos, chegaram à vantagem, por intermédio de Liedson. Na sequência do lance que deu o segundo tento da equipa «verde e branca», Ulisses Morais viu-se obrigado a proceder à primeira alteração, já que Wilson Júnior chocou com a cara na chuteira de Tiuí, saindo em maca. Taborda regressou à baliza da equipa da Figueira da Foz, curiosamente lugar que não ocupava desde que foi expulso no encontro da primeira volta, disputado no Estádio José Alvalade. O Sporting chegou ao intervalo a vencer por 3-1, depois de Liedson ter bisado, após ser servido por um excelente passe de Romagnoli.

No início do segundo tempo, Paulo Bento mexeu na equipa tirando Tiuí e pondo no seu lugar Yannick Djaló. Os «leões» sem dominarem, controlaram bem a vantagem de dois golos, embora concedessem demasiados espaços à equipa da casa no meio-campo. No entanto, e já depois de Romagnoli ter cedido lugar a Vukcevic, Djaló aumentou a vantagem para 4-1, após marcação de pontapé de canto da autoria de Miguel Veloso, fechando a contagem.
Os «leões» obtiveram uma vitória justa, não dando hipótese de resposta à equipa da casa.

In: Sporting.pt



FICHA DE JOGO:
Naval: Wilson Júnior (Taborda, 26 m), Mário Sérgio, Gaúcho, Godemèche, China, Gilmar, Delfim, Marinho (Saulo, 70 m), Davide (João Ribeiro, 45 m), Dudu e Marcelinho.
Treinador: Ulisses Morais.
Suplentes não utilizados: Carlitos, Paulão, Elivelton e Igor.
Disciplina: Cartão amarelo a Gilmar (77 m).
Golo: Marcelinho (11 m).

Sporting: Rui Patrício, Pereirinha (Abel, 59 m), Tonel, Gladstone, Grimi, Izmailov, Miguel Veloso, Romagnoli (Vukcevic, 76 m), João Moutinho, Tiuí (Yannick, 45 m) e Liedson.
Treinador: Paulo Bento.
Suplentes não utilizados: Tiago, Ronny, Adrien Silva e Farnerud.
Disciplina: Cartão amarelo a Gladstone (48 m) e a Abel (61 m).
Golos: Miguel Veloso (20 m), Liedson (22 m, 36 m) e Yannick (80 m).


AVALIAÇÕES À PRESTAÇÃO DE ROMAGNOLI:



• "Notável passe a isolar Liedson para o 3º golo. Na fase em que foi preciso virar o 1-0 surgiu em grande plano." -  in Record.

• "Brilhante a servir Liedson no lance do 1-3 (37'), com um passe rasgado, da esquerda para a direita, que deixou o companheiro nas costas da defesa. Um momento de magia, ao qual não deu o melhor seguimento no resto da partida, faltando-lhe maior capacidade física nos confrontos individuais, onde costuma ser decisivo." - in O Jogo

• "Jogou como 10 e parece voltar à melhor forma. Dois excelentes passes, a lançar Liedson para o 3-1 e a isolar Yannick (64') coroaram uma exibição bastante agradável. Saiu aos 76' quando o Sporting já tinha o jogo na mão." - in A Bola


DECLARAÇÕES NO FINAL DO JOGO:
Romagnoli foi pragmático em relação ao triunfo do Sporting frente à Naval e à importância do mesmo para os próximos compromissos leoninos. “Realizámos uma grande exibição. Apesar de termos sofrido um golo, reagimos bem e alcançámos a vitória, que dá mais confiança para Glasgow. Estamos bem física e mentalmente”, sublinhou.

In: Record


publicado por Filipa às 21:48
link do post | comentar | favorito