Quarta-feira, 12 de Março de 2008
Romagnoli: «Não será mais fácil jogar em Alvalade que em Inglaterra»


Garantir um lugar entre os oito finalistas da Taça UEFA é o objectivo do Sporting, que esta quinta-feira defronta, em Alvalade, e com toda a garra, o Bolton, na segunda mão dos oitavos-de-final da prova europeia. E que ninguém tenha dúvidas sobre a ambição da equipa leonina, defendeu o médio Romagnoli. «O Sporting é uma equipa grande e temos de jogar para ganhar em qualquer campo. Trouxemos um bom resultado de lá [1-1], mas não podemos tomá-lo por garantido e jogar para o nulo», observou o argentino, esta quarta, na conferência de imprensa de antevisão do encontro.

A recepção ao Bolton segue-se à derrota para o campeonato em Guimarães, (má) recordação que não afectará o Sporting, garantiu Romagnoli, que, ainda assim, não espera facilidades por jogar em casa. «Com o Vitória as coisas não correram bem, no entanto, já passou, já esquecemos. Amanhã será um jogo diferente e temos consciência da importância de o vencer. Mas não será mais fácil jogar em Alvalade que em Inglaterra. O Bolton é de uma liga forte e se pensarmos que em casa vai ser mais fácil estamos enganados.» Em Manchester, os wanderers adiantaram-se no marcador e o Sporting teve de correr atrás do prejuízo. O médio espera que, desta feita, sejam os leões a escrever o guião. «Temos de ter mais a bola para que eles não joguem como na primeira mão. Sabemos que é difícil, porque no primeiro tempo não nos entendemos muito bem, apesar de na segunda parte termos melhorado», considerou.

Romagnoli reconheceu que não «estava habituado a jogar duas vezes por semana», todavia, começa a «acostumar-se» e fisicamente garantiu estar «bem». Melhor para o Sporting, que vai defrontar um Bolton em gestão de jogadores, mais preocupados que estão os ingleses com o campeonato nacional. «Não sabia que eles davam prioridade à Liga. É um assunto deles. Nós damos prioridade a tudo», realçou. Mas ao contrário do que tem sucedido nas taças, a dedicação dos leões à Bwin não tem surtido o efeito desejado. «Não encontramos explicação. Damos sempre tudo e em cada jogo do campeonato tentamos inverter as coisas. Este ano tem-nos faltado alguma sorte», finalizou Romagnoli.

in: Maisfutebol


publicado por Filipa às 22:27
link do post | comentar | favorito