Domingo, 31 de Agosto de 2008
Lista de convocados para a deslocação a Braga.

 



Paulo Bento anunciou este Domingo a lista de 20 jogadores que viajarão até à cidade dos arcebispos em busca de uma vitória que coloque o Sporting no primeiro lugar do campeonato, depois de ontem os principais rivais - FC Porto e Benfica - terem empatado num sempre everfescente clássico.

O Sporting de Braga, que na 1ª jornada do campeonato venceu o Paços de Ferreira por 2-0, apresenta uma equipa repleta de jogadores de muita qualidade e é orientada por um técnico com provas dadas no futebol português - Jorge Jesus. Por isso mesmo, e dados os objectivos sportinguistas, Paulo Bento terá preparado este encontro ao pormenor, com os regressos de Miguel Veloso, Simon Vukcevic e Adrien Silva a constituírem nota de destaque nesta deslocação. Yannick Djaló, que se debelou com alguns problemas físicos durante a semana de trabalho, está convocado à condição, enquanto Polga, a cumprir castigo, e Liedson, por lesão, serão os maiores ausentes da turma verde-e-branca. De fora ficaram também Pedro Silva, Ricardo Baptista e Stojkovic.

LISTA DE CONVOCADOS:

Guarda-redes: Rui Patrício e Tiago.
Defesas: Abel, Daniel Carriço, Tonel, Caneira, Ronny e Grimi.
Médios: Rochemback, Miguel Veloso, João Moutinho, Adrien Silva, Izmailov, Vukcevic, Bruno Pereirinha e Romagnoli.
Avançados: Derlei, Yannick Djaló, Rodrigo Tiuí e Hélder Postiga. 

 

O encontro tem o pontapé de saída marcado para as 21.15h e contará com transmissão em directo e em exclusivo na SportTV1.

FORÇA SPORTING!



publicado por Filipa às 23:52
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 28 de Agosto de 2008
Sporting de duas faces perde Troféu Santiago Bernabéu.

 



CRÓNICA:

 A visita do Sporting ao recinto do Real Madrid para disputar o troféu Santiago Barnabéu transformou-se num jogo com muitos golos (5-3, para os espanhóis), e onde os «leões» mostraram duas faces distintas.

Izmailov, Yannick e Miguel Veloso marcaram pelos «verdes e brancos».

Paulo Bento aproveitou o duro teste frente ao campeão espanhol para aquilatar do actual momento de alguns dos jogadores menos utilizados neste início de época, apostando, entre outros, na entrada dos brasileiros Pedro Silva e Ronny para as laterais, de Pereirinha e Miguel Veloso para o meio-campo e a entrega do ataque a Hélder Postiga e Rodrigo Tiuí.

 

O resultado foi que, após um primeiro quarto de hora muito equilibrado, o Real Madrid – sempre em 4x3x3 com transições defesa-ataque a um toque no triângulo do meio-campo até conseguir a superioridade numérica, no último terço do terreno, nos corredores laterais – fez três golos nos seus três primeiros remates: pelo argentino Higuaín, com dois remates de fino recorte, e por Robben, num remate rasteiro de fora da área, todos sem hipótese para Rui Patrício. Goleados pela eficácia espanhola, os jogadores «leoninos» partiram para a sua melhor fase na primeira parte, com Izmailov a reduzir (30 m), num remate de pé direito, rasteiro e cruzado, e criando mais duas oportunidades de perigo, mas uma grande penalidade «inventada» a Rochemback, concretizada pelo «eterno» Raul, quando o médio «leonino» tinha a bola em seu poder e se livrava da oposição e um autogolo de Pedro Silva, deixou o «score», ao intervalo nuns assustadores 5-1, desfavoráveis à equipa de Paulo Bento.

Na segunda parte, Paulo Bento colocou em campo Tiago, Abel, Tonel, João Moutinho, Yannick Djaló, ao intervalo, e Adrien, Romagnoli, depois, e tudo foi diferente. A equipa «verde e branca» – perante um adversário que fez igualmente nove alterações, numa oportunidade para todos procurarem «mostrar serviço» ao treinador merengue e encontrarem um espaço no «onze» madrilista – «pegou» no jogo e mostrou a sua qualidade colectiva, atitude competitiva e a razão pela qual além de várias taças domésticas, se qualificou, pela terceira vez consecutiva para a fase de grupos da próxima edição da Liga dos Campeões. Este crescimento materializou-se nos golos de Yannick, num «míssil» já dentro da área após assistência de Moutinho, e de Miguel Veloso, num livre directo, mas até deveriam ter sido mais, depois das oportunidades desperdiçadas por Postiga (83 e 86 m), Yannick (64 e 87 m), João Moutinho (63 m) e
Abel
(80 m).

Em suma, perdeu-se a oportunidade do Sporting ser o primeiro clube português a levantar o Troféu Santiago Barnabéu, mas este teste serviu para Paulo Bento tirar várias ilações relativas ao momento dos seus jogadores, entre os quais Izmailov, Yannick e Tonel, os melhores sportinguistas na noite de quarta-feira.


In: Sporting.pt



FICHA DE JOGO
Real Madrid: Dudek; Sérgio Ramos, Pepe, Metzelder e Marcelo; Gago, Guti e Van der Vaart; Higuaín, Robben e Raul.

Treinador: Bern Schuster.

Jogaram ainda: Codina, Torres, Cannavaro, Javi Garcia, De la Red, Drenthe, Van Nistelrooy, Diarra e Heinze.

Disciplina: cartão amarelo a Cannavaro (89 m).

Golos: Higuaín (15 e 23 m), Robben (18 m), Raul (39 m, g.p.) e Pedro Silva (42 m, na própria baliza).

Sporting: Rui Patrício; Pedro Silva, Polga, Caneira e Ronny; Miguel Veloso, Rochemback, Izmailov e Bruno Pereirinha; Hélder Postiga e Rodrigo Tiuí.

Treinador: Paulo Bento.

Jogaram ainda: Tiago, Abel, Tonel, João Moutinho, Yannick Djaló, Romagnoli e Adrien Silva.
Suplentes não utilizados: Vukcevic e Daniel Carriço.

Disciplina: cartões amarelos a Tonel (74 m) e Abel (86 m).

Golos: Izmailov (30 m), Yannick Djaló (73 m) e Miguel Veloso (90 m).

 

 
AVALIAÇÕES À PRESTAÇÃO DE ROMAGNOLI:
 



 • "Saltou do banco aos 60 minutos, a tempo de desenhar a jogada do segundo golo leonino, com acção individual sobre a esquerda, concluída com cruzamento para o coração da área."  - in Record


• "Criou alguns desequilíbrios quando efectuou movimentos de ruptura." - in O Jogo


• "Entrou bem e está na jogada do golo de Yannick."  - In A Bola



publicado por Filipa às 19:25
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Terça-feira, 26 de Agosto de 2008
Convocados para o Troféu Santiago de Bernabeu.

 

Paulo Bento já anunciou a lista de jogadores convocados para o encontro de amanhã, dia 27 de Agosto, frente ao Real Madrid, no Estádio Santiago Bernabeu, pelas 21 horas (horas portuguesas). Em causa está a disputa do Troféu Santiago de Bernabéu. O treinador leonino aproveitará o jogo em causa para dar minutos a alguns dos jogadores menos utilizados na pré-época e neste arranque de temporada, ansiando, ainda assim, a conquista do prestigiado torneio organizado todos os anos pelo colosso Real Madrid.

LISTA DE CONVOCADOS:

Guarda-redes: Rui Patrício e Tiago.
Defesas: Abel, Pedro Silva, Tonel, Polga, Caneira, Daniel Carriço e Ronny.
Médios: Rochemback, Miguel Veloso, João Moutinho, Adrien Silva, Izmailov, Vukcevic, Bruno Pereirinha e Romagnoli.
Avançados: Yannick Djaló, Rodrigo Tiuí e Hélder Postiga. 

FORÇA SPORTING!



publicado por Filipa às 17:11
link do post | comentar | favorito

Domingo, 24 de Agosto de 2008
Sporting com entrada de leão na Liga Sagres.

 

 

CRÓNICA:

O Sporting entrou na Liga Sagres 2008/2009 à procura do título que lhe foge desde 2001/2002. E não podia ter começado de melhor maneira. Os «leões» mostraram um bom futebol, defenderam bem e, acima de tudo, garantiram os três pontos.

Para apadrinhar a estreia da equipa da Trofa no primeiro escalão do futebol nacional, Paulo Bento optou por manter praticamente o mesmo «onze» utilizado na vitória da Supertaça, fazendo apenas entrar Grimi para o lugar de Marco Caneira.

O Sporting entrou bem no jogo e, logo aos quatro minutos, na sequência de um canto apontado pelo Rochemback, Tonel saltou mais alto que os defesas contrários e… estava feito o primeiro golo «verde e branco» na Liga Sagres 2008/2009.

Após o tento inaugural, os «leões» não adormeceram e continuaram à procura do golo, não deixando a equipa nortenha acercar-se com perigo da baliza de Rui Patrício e, à passagem do minuto 23 dilataram a vantagem. «Roca» bateu o livre que Paulo Lopes defendeu para a frente, Yannick ainda rematou à barra e, na recarga, Izmailov cabeceou para o fundo das redes adversárias. Apenas cinco minutos depois, Djaló fez o 3-0, de calcanhar, depois de um passe, na linha de fundo, de Romagnoli.

Até ao intervalo, os «leões» controlaram os acontecimentos.

A segunda parte começou como a primeira; com o Sporting à procura do golo, mas foi o Trofense quem marcou, da marca de grande penalidade, depois de uma falta de Polga (valeu-lhe o cartão vermelho directo) que só o árbitro assistente viu ter sido dentro da área «leonina».

Mesmo a jogar com dez unidades, o Sporting continuou à procura de alargar a vantagem, através de ataques rápidos e passes longos para os homens do ataque, sempre com o cuidado de não facilitar na defesa.
O jogo terminou com os «leões» a garantirem os primeiros três pontos da época.

In: Sporting.pt

 


FICHA DE JOGO
:
Sporting: Rui Patrício, Abel, Tonel, Polga, Grimi, João Moutinho, Rochemback, Izmailov, Romagnoli (Caneira, 60 m), Derlei (Postiga) e Yannick Djaló (Pereirinha, 80 m).
Treinador: Paulo Bento.
Suplentes não utilizados: Tiago, Carriço, Pedro Silva e Tiuí.

Disciplina: Cartão amarelo a Abel (59m). Cartão vermelho a Polga (58m).

Golos: Tonel (4m), Izmailov (23m), Yannick Djaló (28m).


Trofense: Paulo Lopes, Areias (Zé Carlos, 39 m), Valdomiro, Milton do Ó, Zamorano, Delfim, Pinheiro (Rui Borges, 69 m), Mércio, Ricardo Nascimento, Hélder Barbosa e Lipatin (Edu Sousa, 45 m).
Treinador: António Conceição.
Suplentes não utilizados: Vítor, Edu, Tiago Pinto e Miguel Ângelo.

Disciplina: Cartão amarelo a Areias (15m), Milton do Ó (22m), Valdomiro (50m), Ricardo Nascimento (72) e Delfim (79m).

Golos: Pinheiro (60 m.)

 

 AVALIAÇÕES À PRESTAÇÃO DE ROMAGNOLI:
 


 

• "Um verdadeiro quebra-cabeças para a organização defensiva do Trofense. Ora conseguia soltar-se e aparecer entre as costas de Mércio e a cara dos centrais, ora caía nas alas para promover desiquilíbrios. Uma pena ter deixado o relvado tão cedo." - in "Destaques positivos" de Record


• "Muito imaginativo e capaz de colocar a bola onde os adversários menos a esperam. Com uma movimentação constante contribuiu para o desnorte do Trofense, especialmente na primeira parte."  - in Record


• "É sem discussão o jogador do meio-campo mais limitado tacticamente, mas mostrou uma nova faceta, que seguramente agradou a Paulo Bento: para além da técnica desequilibradora, o argentino foi de uma entrega defensiva notável. Fez a assistência para o golo de Djaló (28') e foi o jogador sacrificado a ser substituído para equilibrar a equipa com a expulsão de Polga." - in O Jogo


• "Génio à solta que ninguém segurou: Deixaram-no andar solto, a pensar no último terço do ataque leonino, e depois queixam-se.. Romagnoli foi o homem que desequilibrou, que quase sempre fez os últimos passes que desnortearam os defesas do Trofense. Foi dele a oferta para o magnífico golo de calcanhar de Yannick, mas muitos outros lances tiveram o génio deste argentino.  - In A Bola


DECLARAÇÕES NO FINAL DO JOGO:

"Começámos muito bem, com uma boa exibição"

 


 

A entrada determinada do Sporting na Liga Sagres foi enaltecida por Romagnoli, que, porém, lamentou a expulsão de Polga. "Começámos muito bem o Campeonato, logo a fazer um bom jogo. Mas, na segunda parte, a expulsão do Polga atrapalhou um pouco os planos. Esse lance teve influência, mas não foi grande penalidade", opinou. O argentino já pensa no jogo com o Braga, reconhecendo que a ausência do brasileiro será "importante", mas garantiu confiança no substituto. "O Polga vai fazer muita falta, mas quem o substituir vai estar à altura", disse "Pipi". E, quanto à sua condição de titular, foi claro: "Trabalho sempre para estar no onze."

In: O Jogo

 



publicado por Filipa às 18:24
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Sexta-feira, 22 de Agosto de 2008
Convocados para a estreia na Liga Sagres.

 

Paulo Bento divulgou hoje a lista de 18 convocados para o encontro de amanhã, que marcará a estreia do Trofense no escalão principal do futebol português, naquele que será também o pontapé de saída do Sporting para uma temporada que se quer de redobrados sucessos desportivos.

 

Para o confronto com os nortenhos, Paulo Bento não poderá contar com Liedson, lesionado, e Miguel Veloso, castigado. De fora das opções do técnico leonino ficam também Vukcevic (que esteve presente na selecção do Montenegro a meio da semana), Stojkovic e Ricardo Baptista.

 

Espera-se um arranque em cheio dos leões amanhã, a partir das 20h45 no Estádio de Alvalade. O encontro terá transmissão em directo e em exclusivo na SportTV 1.

 

LISTA DE CONVOCADOS:
Guarda-redes: Rui Patrício e Tiago;
Defesas: Pedro Silva, Abel, Polga, Daniel Carriço, Caneira, Tonel, Grimi;
Médios: Rochemback, Pereirinha, Moutinho, Izmailov e Romagnoli;
Avançados: Tiuí, Yannick, Postiga e Derlei. 

FORÇA SPORTING!



publicado por Filipa às 20:10
link do post | comentar | favorito

Domingo, 17 de Agosto de 2008
SUPERTAÇA - É nossa!

 

CRÓNICA:

Os «leões» alcançaram o quarto troféu em duas épocas, desta feita também frente ao FC Porto, o adversário que os pupilos de Paulo Bento derrotaram por três vezes nas quatro vitórias alcançadas – duas Supertaças e duas Taças de Portugal.

Numa noite em que o técnico «verde e branco» utilizou apenas dois reforços – Caneira e Rochemback – no onze, o Sporting entrou bem na partida, sendo dono e senhor dos primeiros 10 minutos do encontro. O FC Porto, a partir dessa altura, conseguiu equilibrar, fazendo com o que o jogo fosse disputado com bom ritmo, com bons momentos de futebol e com ambas as equipas a criarem ocasiões para chegarem ao golo. Foi dos pés de Rochemback que surgiu a primeira ocasião de perigo para a baliza defendida por Helton, através da marcação de um livre directo que passou ligeiramente ao lado. O FC Porto respondeu, com Lucho a rematar contra o poste esquerdo da baliza de Rui Patrício. Os «leões» mostraram-se mais esclarecidos nas transições e aos 45 minutos viram o seu esforço recompensado com o primeiro golo a ser apontado por Yannick Djaló. O avançado «verde e branco» foi «servido» por Romagnoli e não se fez rogado, marcando o primeiro da partida.

A segunda parte terminou como começou, ou seja, com Yannick a ter oportunidade para aumentar a vantagem, mas isolado frente a Helton permitiu a intervenção do guardião «azul e branco». Mas, os adeptos do Sporting que estiveram no Estádio do Algarve não tiveram que esperar muito para verem o tento da tranquilidade. Aos 57 minutos, Yannick bisou. Izmailov fez o passe para o avançado «leonino», Sapunaru tentou o corte, a bola ficou na posse de Yannick, que não perdoou e fechou marcador.

Se o FC Porto até ao segundo golo sofrido e, sobretudo na segunda parte, tinha mostrado poucos argumentos para concretizar as oportunidades criadas, pior ficou quando aos 71 minutos viu Rui Patrício a defender uma grande penalidade apontada por Lucho. A partir desse momento só deu Sporting e Yannick ainda poderia ter chegado ao terceiro tento, mas a trave da baliza do FC Porto negou o terceiro dos «leões».

Vitória justa do Sporting, que inicia da melhor forma a época 2008/09, somando mais um troféu ao seu palmarés.

 

In: Sporting.pt


FICHA DE JOGO:
FC Porto: Helton, Sapunaru, Pedro Emanuel, Bruno Alves, Benítez, Guarín (Candeias, 69 m), Lucho González, Raul Meireles, Lisandro, Farías (Hulk, 55 m) e Rodríguez.
Treinador: Jesualdo Ferreira.
Suplentes não utilizados: Nuno, Fucile, Rolando, Tomás Costa e Fernando.
Disciplina: Cartão amarelo a Benítez (28 m), Lucho González (90') e a Rodríguez (91 m).

Golos: Nada a assinalar.

Sporting:  Rui Patrício, Abel, Tonel, Polga, Caneira, João Moutinho, Rochemback, Izmailov, Romagnoli (Miguel Veloso, 67 m), Derlei (Postiga, 81 m) e Yannick Djaló (Pereirinha, 90 m).
Treinador: Paulo Bento.
Suplentes não utilizados: Tiago, Grimi, Adrien e Tiuí.
Disciplina: Cartão amarelo a Polga (10 m), Caneira (71 m) e Miguel Veloso (91 m).
Golos: Yannick Djaló (45 e 57 m).

 

 

AVALIAÇÕES À PRESTAÇÃO DE ROMAGNOLI:

 

 

 

• "À semelhança de Izmailov, teve uma boa primeira meia hora, assumindo acções de risco pela direita e tirando partido de algum apoio de Abel. É um "10" um pouco macio e por isso nem sempre desequilibrador, mas soube insistir na jogada de que nasce o primeiro golo, ao servir Yannick na área azul e branca. Esteve mais discreto na segunda parte, mas manteve sempre bons índices de aproveitamento nas jogadas construídas em parceria com Izmailov e Rochemback, até ser rendido." - in Record

 

• "Só a partir do quarto de hora trouxe mais velocidade e imaginação ao sector ofensivo e foi sua a assistência para o golo de Djaló, quando na verdade queria soltar para Izmailov, mas Benítez "colaborou". Saiu aos 68', após um desempenho satisfatório."  - in O Jogo

 

• "Talento de ourives e sangue fervente num estilo ousado e que geralmente transmite a confiança necessária para se criarem as condições decisivas para se ganhar. Esteve ligado à maioria das jogadas de perigo do Sporting, esteve no golo que criou as primeiras fracturas na carne do dragão, e a sua influência em fases de jogo disperso foi marcante, somando irriquietude, inspiração e decisão em doses impróprias de «pré-época»." - In A Bola

 

 

A FESTA:

 

 

 

PARABÉNS, SPORTING!



publicado por Filipa às 19:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sexta-feira, 15 de Agosto de 2008
SUPERTAÇA - Antevisão.

 

ANTEVISÃO:

À semelhança do que aconteceu a temporada passada, Sporting e FC Porto dão amanhã o pontapé de saída da época 2008/2009. «Leões» e «dragões» vão disputar entre si a conquista da Supertaça Cândido de Oliveira, troféu que há um ano foi garantido pelo Sporting com um «golão» de Izmailov. E é isso que esperam os sportinguistas: a reedição da festa verde e branca. Na conferência de imprensa de antevisão do jogo, o técnico Paulo Bento atribuiu 50% de hipóteses para cada equipa, mas ressalvou a "confiança e ambição" dos seus pupilos.

Simon Vukcevic, ainda condicionado, Liedson, lesionado, Pedro Silva, castigado, e Ricardo Baptista, por opção, são os ausentes da convocatória do Sporting, que leva assim 20 jogadores ao Algarve.

O jogo terá início às 20h45, e será transmitido em directo e em exclusivo na TVI.

 

LISTA DE CONVOCADOS:

Guarda-redes: Rui Patrício e Tiago;
Defesas: Carriço, Polga, Ronny, Caneira, Tonel, Grimi e Abel;
Médios: Adrien, Izmailov, Miguel Veloso, Pereirinha, Rochemback, Moutinho e Romagnoli;
Avançados: Derlei, Tiuí, Postiga e Yannick Djaló. 

FORÇA SPORTING!



publicado por Filipa às 19:35
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Domingo, 10 de Agosto de 2008
Sporting vence «Samp» no último ensaio para a Supertaça.

 

CRÓNICA:

O Sporting venceu a Sampdoria por 2-0, no último jogo de preparação da pré-época. Mais do que o resultado e a exibição, o principal lucro tirado por Paulo Bento deste jogo foi a reconciliação de João Moutinho com os adeptos. O capitão leonino fez o segundo tento, de grande penalidade, e reuniu aplausos. Poucos minutos depois ainda havia alguns assobios.

 

Precisamente uma semana antes do arranque oficial da época, com a Supertaça frente ao F.C. Porto, Paulo Bento decidiu apostar num onze próximo daquele que, por certo, vai defrontar os «dragões» no Algarve. João Moutinho, ainda no rescaldo das polémicas declarações em que assumiu a vontade de sair, foi titular, posicionando-se à frente da defesa. Rochemback, Izmailov e Romagnoli jogaram à sua frente, no apoio a Derlei e Yannick Djaló.

 

O jogo com a Sampdoria servia de último ensaio para os jogos oficiais, mas os primeiros quarenta e cinco minutos não permitiram aos técnicos, e em especial a Paulo Bento, tirar grandes notas. Os remates à baliza foram praticamente inexistentes e o golo apontado por Derlei, aos 24 minutos, resulta de um enorme brinde de Mirante, o guarda-redes da «Samp». O que houve muito, de mais até, foram quezílias. Intervenientes foram muitos, mas ainda antes do intervalo foi Campagnaro a ver o cartão vermelho, depois de uma entrada dura sobre Rochemback.

 

Ao intervalo Paulo Bento mudou quase meia equipa, com dois propósitos: colocar em campo os jogadores que ainda têm possibilidades de conquistar um lugar no onze que vai defrontar o F.C. Porto (casos de Caneira, Miguel Veloso e Postiga, sobretudo) e também trabalhar mais um pouco o sistema alternativo, o 4x4x2 clássico, com a entrada de

Pereirinha para o flanco direito.

 

Do lado posto ficou Izmailov, que logo nos primeiros minutos da etapa complementar protagonizou a melhor jogada do encontro (a única merecedora de destaque, a bem da verdade). O russo ultrapassou dois adversários à entrada da área, em zigue-zague, mas depois, na cara do guarda-redes, atirou incrivelmente ao lado.

 

No resto a segunda parte foi pouco diferente da primeira. Grimi esteve mais activo e deu nas vistas em dois lances, primeiro com um remate de longe e depois com um belo cruzamento para Postiga, mas em ambas as ocasiões a bola saiu ao lado.

 

A Sampdoria, mesmo em inferioridade numérica, tentou timidamente chegar ao empate, mas na melhor ocasião Stankevicius atirou ao lado, depois de ter aparecido solto na pequena área (67m).

 

A onze minutos do final a jogada mais surreal da noite. Rodrigo Tiuí aproveitou um mau passe da defesa da Sampdoria e antecipou-se ao guarda-redes Fiorillo, que o derrubou ainda fora da área. Pedro Proença deu a lei da vantagem pois a bola sobrou para Postiga, mas o avançado português ficou à espera da falta e não marcou. Acabou por ser o próprio Tiuí a rematar depois, mas nessa altura já Fiorillo tinha recuperado a posição, conseguindo defender.

 

Logo a seguir, porém, veio o momento da reconciliação entre os sócios e adeptos do Sporting e João Moutinho. Proença assinalou uma grande penalidade e Paulo Bento deu a indicação para ser o capitão a marcar. Inicialmente ainda se ouviram alguns assobios, mas na altura em que o médio arrancou para a bola já toda a gente aplaudia. Um gesto que se prolongou depois, dado que Moutinho marcou o segundo golo. Logo a seguir o 28 cedeu o lugar a Adrien e os aplausos foram unânimes. A uma semana da Supertaça, Paulo Bento terá soltado um sorriso, mesmo que sem o revelar exteriormente. O melhor do jogo, para as suas contas, terá sido mesmo a reconciliação da tribuna de Alvalade com João Moutinho.

 

In: Maisfutebol

 

FICHA DE JOGO

Sporting: Rui Patrício; Abel, Tonel, Polga e Grimi; Rochemback, João Moutinho, Izmailov e Romagnoli; Yannick Djaló e Derlei.
Treinador: Paulo Bento.

Jogaram ainda: Tiago, Caneira, Veloso, Pereirinha, Postiga, Ronny, Tiuí e Adrien Silva.
Suplentes não utilizados: Baptista, Carriço e Pedro Silva.
Acção disciplinar: Cartão amarelo para Abel (19 m) e para Ronny (89 m).
Golos: Derlei (25 m), João Moutinho (80 m g.p.)


Sampdoria: Mirante; Campagnaro, Pieri, Stankevicius, Gastaldello, Accardi, Sammarco, Palombo, Bonazzoli, Franceschini e Delvecchio.
Treinador: Walter Mazzari

Jogaram ainda: Ziegler, Fiorillo, Lucchini, Poli , Mustacchio e Bianco.
Suplentes não utilizados: Paladimo, Rossini, Eramo e Grieco.
Acção disciplinar: Cartão amarelo para Gastaldello (82 m). Cartão vermelho para Campagnaro (44 m).

 

AVALIAÇÕES À PRESTAÇÃO DE ROMAGNOLI:

 

 

• "Executante talentoso que, aqui e ali, revela pormenores de classe. Precisa de maior ritmo e consistência." - in Record

 

• "Mesmo carregado, colocou a bola em Djaló no lance do primeiro golo. Até então, o argentino praticamente não tinha tido bola, mas ainda voltou a apontar o caminho do golo com um centro da esquerda ao qual Derlei não deu seguimento. Saiu ao intervalo."  - in O Jogo

 

• "O argentino recuperou a bola na jogada que deu origem ao golo de Derlei, aos 24 minutos. Pouco depois tentou a sorte com um remate de longe e, aos 40 minutos, cruzou do lado esquerdo para Derlei. O lance foi bom, mas o brasileiro não conseguiu rematar certeiro. Aqui e ali mostrou alguns dos pormenores que levaram Paulo Bento a apostar no seu futebol." - In Destaques do Maisfutebol 



publicado por Filipa às 16:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Domingo, 3 de Agosto de 2008
Sporting empata (1-1) na apresentação aos sócios.

 

CRÓNICA:

Duas partes, duas tácticas, a mesma ideia. Seja o losango do primeiro tempo ou o 4x4x2 clássico do segundo, este Sporting prova ser organizado (tirando o golo holandês, claro) e, a 15 dias do primeiro jogo oficial, na Supertaça com o F.C. Porto, dá mostras de estar bem perto de um onze competitivo, por muitas que sejam as dúvidas quanto às peças a usar por Paulo Bento. Mas essa é uma boa dor de cabeça para o treinador. Outra, nada benéfica, é o caso João Moutinho, que na primeira aparição perante os sócios teve um misto de aplausos e assobios como recepção.

O leão entrou a rugir, com o golo de Vukcevic, ainda na madrugada do jogo (6m). Foi a conclusão de um Sporting determinado a pressionar na frente, assim que os holandeses tomassem contacto com a bola. E deu frutos essa vontade, perante uma equipa que é tetracampeã de um futebol que, por norma, sabe jogar bem e trata a bola com técnica.

O losango da primeira parte mostrou que Romagnoli e Rochemback podem dividir funções na organização. O segundo a pegar na bola mais atrás, o argentino a rasgar, com tabelas, a defesa contrária (falta ainda que essa seja uma constante no jogo leonino). Depois, Rochemback é garantia de perigo nas bolas paradas: depois do golo, foi quase sempre assim que o Sporting chegou à baliza: em três livres, um remate de Postiga por cima (9m), outro de Derlei (11m) ao lado e um do próprio 26 leonino, com a bola a passar muito perto do poste direito de Cássio Ramos (19m).

Pelo meio, um remate de Dzsudzsak nem chegou a assustar, perante uma defesa em que parece apenas haver duas certezas, com Patrício à parte e seguro. Quem acompanha Polga e Grimi? Pela segunda parte, pelo golo holandês e até pela expulsão de Pedro Silva, a defesa inicial parece estar próxima da titularidade: falta saber Caneira ganha o lugar a Tonel. Os primeiros 45 minutos mostraram que o principal está garantido: os leões já denotam movimentos estudados e que vêm da época passada. Falta acertar na frente e esclarecer as dúvidas atrás.

Após a apresentação, quando ainda havia pouca gente no estádio, João Moutinho pisou o relvado de Alvalade para a segunda parte. Com ele vieram Pereirinha e Izmailov para as bandas e Paulo Bento voltou a testar o 4x4x2 clássico, com o 28 a fazer dupla no meio com Rochemback, durante 25 minutos.

Até à saída de Polga, apenas um bom lance do ataque leonino, com Tiuí a servir Djaló, o avançado a cair e a bola a sobrar para Izmailov, que teve boa visão e colocou para Pereirinha. O camisola 25 disparou, mas Zonneveld estava entre a bola e linha de golo para evitar o 2-0.

Há muito que uma passagem de testemunho não era tão aguardada e criava tanta expectativa em Alvalade. Polga deu o lugar a Carriço e a braçadeira chegou ao dono: João Moutinho. Novos assobios, mas também aplausos para 28 dos leões. Esse foi um ponto sempre em discussão na partida, saber de que lado estão os adeptos no caso Moutinho. Pelo que se viu e ouviu, as opiniões dividem-se.
Entre uma ou outra arrancada pelos flancos e uma boa defesa de Ricardo Batista, o jogo estranhou a expulsão de Pedro Silva, já perto do final, assim como o golo do PSV. O cartão vermelho irritou os leões, a defesa distraiu-se e Wuytens não perdoou.

Em suma, ao quinto jogo de pré-época, o Sporting somou o primeiro empate, não entusiasmou, mas, sobretudo, fica na retina a primeira parte do teste com o PSV. Já o capitão, tem de ir a prova oral para voltar a cair no goto de todos os adeptos.

 

In: Maisfutebol

 


FICHA DE JOGO:

Sporting: Rui Patrício, Abel, Polga, Caneira, Grimi, Adrien, Rochemback, Romagnoli, Vukcevic, Postiga e Derlei.
Treinador: Paulo Bento
Jogaram ainda : Ricardo Batista, Daniel Carriço, Pedro Silva, Izmailo, Ronny, Tonel, Yannick, Tiuí, Miguel Veloso, Pereirinha e Moutinho.
Suplentes não utilizados: Tiago.
Disciplina: Cartão vermelho a Pedro Silva (84 m).
Golos: Vukcevic (5 m).

PSV Eindhoven: Ramos, Salcido, Maza Rodriguez, Zonneveld, Simons, Lazovic, Cullina, Addo, Afellay, Dzsudzsak e Vayrynen
Treinador: Huub Stevens

Jogaram ainda: Alcidades, Leegte, Wuytens.
Suplentes não utilizados: Isaksson, Amrabat, Brechet e Manco.

Disciplina: Nada a assinalar.
Golos: Wuytens (87 m).

 

AVALIAÇÕES À PRESTAÇÃO DE ROMAGNOLI:

 



• "Embora nem sempre constante, sabe tratar a bola e empurrar a equipa para a frente. Mas precisa de mais ritmo." - in Record

 

• " Com Rochemback em campo pode libertar-se da atenção dos adversários."  - in O Jogo



publicado por Filipa às 17:36
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito




Nome completo:
Leandro Atílio Romagnoli
Clube Actual:
Sporting Clube de Portugal
Posição:
Médio Ofensivo/Número 10
Data de Nascimento:
17.03.1981
Idade:
27 anos
Naturalidade:
Buenos Aires, Argentina
Nacionalidade:
Argentina
Altura:
1,72 cm
Peso:
61 kg

CAMPEONATOS NACIONAIS
• Torneo Clausura 2001
San Lorenzo
Argentina - 2001.

• Taça de Portugal
Sporting CP
Portugal - 2006/2007.

• Supertaça Cândido de Oliveira
Sporting CP
Portugal - 2007/2008.

• Taça de Portugal
Sporting CP
Portugal - 2007/2008.


CAMPEONATOS INTERNACIONAIS
• Mundial de sub-20
Argentina sub-20
Argentina - 2001.

• Copa Mercosur
San Lorenzo
Argentina - 2001.

• Copa Sudamericana
San Lorenzo
Argentina - 2002.


TÍTULOS INDIVIDUAIS
• Melhor Jogador do Mês
Sporting CP
Portugal - Maio de 2007.


Diego Maradona, Eu Sou El Diego:
«O rapazito fascina-me. Faltam-lhe pernas, físico, músculos, tudo, mas sobra-lhe coragem para fintar. O resto consegue-se num ginásio.»

Paulo Bento, 30 de Maio de 2007:
«Nunca tive dúvidas sobre o seu talento e qualidades: são extraordinárias. Começou bem, teve oscilações e em momentos adversos não teve capacidade para se superar. Quando regressou das férias do Natal, conseguiu juntar o talento e a qualidade a uma superior capacidade para defender. Dá-nos talento, mobilidade, descoberta de espaços para o golo, muito bom no 1x1, desequilibra e, a partir de certa altura, deixou de durar 45/60 minutos para durar o tempo todo.»


(Clique na imagem para fazer download.)


(Clique na imagem para fazer download.)

Visite o nosso canal de vídeos no youtube, onde estão reunidos golos, jogadas, declarações e outros momentos marcantes da carreira de Romagnoli, aqui.



"Tenho expectativa de jogar."
(27/12/2005)

"Quero imitar outros argentinos."
(30/12/2005)

"Espero o entendimento entre os clubes."
(06/06/2007)

"Romagnoli é muito bom jogador e muito boa pessoa."
Alberto Acosta, (30/12/2005)

"Romagnoli quer ficar no Sporting."
Marcelo Simonian, (27/12/2007)

Quedate Aqui,
27/05/2007

(clique na imagem para ver maior)

Feliz Cumpleaños,
17/03/2008

(clique na imagem para ver maior)



Liga Sagres (13ª Jornada):
Vitória de Setúbal x Sporting
Estádio do Bonfim, 03/01/2009, 20h45, RTP/SportTV1


Sporting Clube de Portugal:
Site oficial
Fórum Sporting
Leão da Estrela

Futebol:
A Bola
Record
O Jogo
Maisfutebol

Parceiros:
Flávio Meireles 26
Izmailov7
Miguel Veloso 24
Postiga The Best
Rabiola 39
Ruben Amorim
Simão Sabrosa

Este blog surgiu com o intuito de tornar mais funcional o único website português dedicado a Leandro Romagnoli, futebolista argentino do Sporting Clube de Portugal, em funcionamento desde Abril de 2007 e que dá, em Novembro do mesmo ano, lugar a um novo formato. O nosso grande e único objectivo é apoiar e homenagear aquele que é um dos mais influentes jogadores leoninos.



ARQUIVO:
2009:
Janeiro 2009

2008:
Dezembro 2008
Novembro 2008
Outubro 2008
Setembro 2008
Agosto 2008
Julho 2008
Junho 2008
Maio 2008
Abril 2008
Março 2008
Fevereiro 2008
Janeiro 2008


2007:
Dezembro 2007
Novembro 2007
Outubro 2007
Setembro 2007
Agosto 2007
Julho 2007
Anteriores a Julho 2007