Segunda-feira, 28 de Julho de 2008
Sporting conquista Torneio do Guadiana após vencer derby.

CRÓNICA:

 

 

O Sporting venceu o Torneio do Guadiana pela terceira vez, batendo o Benfica por 2-0, com golos de Yannick Djaló e Derlei.

Num derby morno, típico de início de temporada, os «leões» foram mais equipa e garantiram novo triunfo no certame algarvio.

Com uma formação completamente renovada em relação ao jogo com o Blackburn – apenas Tonel e Grimi se mantiveram no onze – Paulo Bento apostou em Caneira para jogar ao lado de Rochemback, ficando Izmailov e Romagnoli nos flancos, Yannick Djaló e Derlei no ataque.

Do lado dos encarnados, Quique Flores continuou na fase de experimentações, com Aimar e Carlos Martins e assumirem as despesas ofensivas da equipa. O Sporting entrou melhor na partida, desenhando bons movimentos colectivos e conseguiu acercar-se com mais perigo da baliza adversária no primeiro quarto de hora. No entanto, perante dois sistemas semelhantes, o equilíbrio de forças no meio campo não tardou, até porque o discernimento na fase de construção era claramente insuficiente e o número de perdas de bola de parte a parte tomou proporções invulgares até ao intervalo. Para além de um cabeceamento de Djaló por cima da barra da baliza de Quim, e um livre de Carlos Martins – e a substituições forçada de Katsouranis por Edcarlos – pouco mais houve a registar na primeira parte do encontro.

Para a segunda parte, Paulo Bento trocou Grimi por Ronny, mas foi pelo flanco contrário que o Sporting abriu o activo no Municipal de Vila Real de Sto. António. Fábio Rochemback descobriu Derlei a fugir pela direita, e o avançado brasileiro serviu a preceito Yannick Djaló, que não teve dificuldades em encostar e colocar o Sporting na frente. A partir daí, o Sporting serenou o jogo e controlou a partida com maior clarividência, obrigando o rival a cometer demasiados erros. Aos 71 minutos, inversão de papéis, com Yannick Djaló a assistir Derlei para o 2-0, após erro crasso de Edcarlos, que precipitou o triunfo «leonino».

Mesmo com a vitória garantida no Torneio algarvio, os «leões» mantiveram o Benfica em sentido e podiam ter alcançado um resultado ainda mais expressivo.

 

In: Sporting.pt

FICHA DE JOGO:
Sporting: Tiago, Abel, Polga, Tonel, Grimi (Ronny, 45 m), Caneira (Adrien, 79 m), Rochemback, Romagnoli (Pereirinha, 85 m), Izmailov, Yannick Djaló e Derlei (Hélder Postiga, 74 m).
Treinador: Paulo Bento
Suplentes não utilizados: Rui Patrício, Carriço, Pedro Silva, Adrien, Vukcevic e Tiuí.
Disciplina: Cartão amarelo para Ronny (62 m) e Caneira (75 m).
Golos: Yannick Djaló (57 m) e Derlei (71 m)

Benfica: Quim; Maxi Pereira, Luisão, Katsouranis (Edcarlos, 21 m), Léo, Balboa (Makukula, 45 m), Binya (Yebda, 75 m), Carlos Martins (Ruben Amorim, 45 m), Nuno Assis (Jorge Ribeiro, 45 m), Urreta e Aimar (Felipe Bastos, 58 m).
Treinador: Quique Flores
Suplentes não utilizados: Moreira, Luís Filipe, Petit, Cardozo, Zoro, Nuno Gomes, Miguel Vítor, Bruno Costa, Sepsi, Nélson Oliveira e Sidnei.
Disciplina: Cartão amarelo para Luisão (55 m), Bynia (63 m) e Urreta (65 m).

Golos: Nada a assinalar.

 

AVALIAÇÕES À PRESTAÇÃO DE ROMAGNOLI:

 



• "Nas alas, um surpreendente Romagnoli: Jogou na sua posição habitual de organizador de jogo ofensivo durante a primeira parte, período durante o qual Paulo Bento jogou com losango a meio-campo. No segundo tempo, começou a adaptar-se a jogar descaído sobre a direita no 4x4x2 clássico e manteve nota positiva. Mostrou-se disponível para aprender perante a imprensa e passou no primeiro teste." - in Record

 

• "Para além de um par de iniciativas de registo, embora sem a influência desejada no funcionamento ofensivo da equipa, o mais importante a reter foi o seu posicionamento táctico quando o Sporting passou a jogar no 4x4x2 clássico: extremo-direito. Pode ter encontrado um lugar para o novo esquema táctico..."  - in O Jogo

 

• "Está sem ritmo, claramente a acusar o desgaste provocado pelas cargas de pré-época. Assim se explicará o facto de raramente ter aparecido no jogo, deixando-se mesmo desarmar em situações em que normalmente não perderia a bola. De bom, um cruzamento (36') para Yannick." - in A Bola



publicado por Filipa às 20:54
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Domingo, 27 de Julho de 2008
Sporting vence Blackburn no Torneio do Guadiana.

 

CRÓNICA:

O Sporting continua a sua preparação para a temporada 08/09, conseguindo vencer o Blackburn Rovers (2-1), no segundo dia do Torneio do Guadiana. Pedro Silva (21 m), e Tonel (72 m) fizeram os golos.

Paulo Bento voltou a apostar no 4x4x2 «clássico», com Pereirinha e Vukcevic nas alas e o «miolo» entregue a Adrien Silva e João Moutinho, atrás da dupla de avançados Rodrigo Tiuí e Hélder Postiga, que fez, desta forma, a estreia oficiosa com a «orgulhosa camisola listada».

A primeira parte foi típica de um jogo de pré-época, com o «onze leonino» à procura das novas rotinas, decorrentes de um posicionamento diferente, nas transições defesa/ataque e ataque/defesa, o que levou, primeiro, a vários passes errados e, depois, a dificuldades na ocupação dos espaços defensivos.

Daniel Carriço – um dos melhores em campo – viu o seu corte limpo sobre Robbie Fowler ser transformado pelo árbitro Ivo Fernandes, líder da pior equipa em campo, em grande penalidade, que McCarthy concretizou em golo. Porém, a vantagem inglesa não durou muito, pois no minuto seguinte, Pedro Silva, num remate a 40 metros da baliza, consumou o empate, tornando-se este lance no ponto de partida para que os «leões» «pegassem na partida», durando até ao final o domínio «verde e branco» na posse de bola, nos ritmos do jogo e nas oportunidades de golo.

A equipa sportinguista chegou à vitória, à entrada para o último quarto de hora o encontro, quando Tonel, no segundo poste, aproveitou um cruzamento de Rochemback da esquerda, para finalizar num remate cruzado e festejar nos braços dos adeptos que se encontravam atrás da baliza inglesa.

Em suma, o Sporting conseguiu uma vitória num encontro em que o mais importante foi também conseguido: melhorar o entrosamento colectivo e a aptidão física individual para a competição. Adrien foi o destaque individual, aproveitando os 90 minutos em campo para mostrar serviço, tanto nas compensações defensivas, como no primeiro momento da construção atacante.


Após o apito final, houve lugar à marcação de pontapés na marca de grande penalidade – que serve como factor de desempate em caso de necessidade – o Sporting venceu por 5-4, com golos dos brasileiros Rochemback, Derlei, Ronny, Tiuí e Polga. Os jovens Daniel Carriço e Adrien Silva falharam.

No domingo, pelas 21h15, joga-se a terceira jornada do Torneio do Guadiana, com a partida entre o Sporting e o Benfica.

 

In: Sporting.pt

FICHA DE JOGO:

Sporting: Rui Patrício; Pedro Silva (Abel, 63 m), Daniel Carriço, Tonel (Polga, 75 m) e Grimi (Ronny, 45 m); Adrien Silva, Bruno Pereirinha, Simon Vukcevic e João Moutinho (Fábio Rochemback, 45 m); Hélder Postiga e Rodrigo Tiuí (Derlei, 60 m).

Treinador: Paulo Bento.

Suplentes não utilizados: Ricardo Batista, Izmailov, Caneira, Yannick Djaló, Romagnoli. Disciplina: cartões amarelos a Daniel Carriço (38 m).

Golos: Pedro Silva (21 m) e Tonel (72 m).

Blackburn Rovers: Fielding; Kane, Treacy, Samba e Vogel (Tugay, 45 m); Khizanishvili (Peter, 75 m), Judge (Gallagher, 60 m), Dunn e Hodge (Mokoena, 45 m); Fowler (Roberts, 75 m) e McCarthy.

Treinador: Paulo Ince.

Suplentes não utilizados: Bronn.

Disciplina: cartões amarelos a Judge (10 m), Samba (28 m).

Golos: McCarthy (20 m, g.p.)

 

 

AVALIAÇÕES À PRESTAÇÃO DE ROMAGNOLI:

 

Leandro Romagnoli não foi utilizado por Paulo Bento neste encontro, perspectivando-se por isso a titularidade do médio argentino para o jogo desta noite frente ao Benfica, que decidirá o vencedor do Torneio do Guadiana.



publicado por Filipa às 18:03
link do post | comentar | favorito

Quinta-feira, 24 de Julho de 2008
Romagnoli promete «lutar com todas as armas» por um lugar na equipa.

 

Leandro Romagnoli diz que a concorrência por um lugar no meio-campo do Sporting está mais forte esta época e garante que vai trabalhar para ser útil a Paulo Bento: «Penso que sim, chegaram novos jogadores, será uma luta mais forte, vai ser mais difícil. Temos que estar fortes para jogar», afirmou o médio argentino, que falou em Ayamonte, onde a equipa estagia esta semana.
Na última partida, Paulo Bento ensaiou um esquema de 4x4x2 e Romagnoli admitiu que sentirá mais dificuldades nesse sistema: «4x4x2 é mais difícil para mim, mas não haverá problemas
A pré-temporada voltou a reservar um encontro entre Sporting e Benfica, marcado para domingo no Algarve, a encerrar o Torneio do Guadiana. Leandro Romagnoli antecipa o encontro dizendo que um «derby», mesmo de pré-época, tem sempre um significado especial.
«Temos que estar melhores que no jogo anterior, mas o derby é sempre para ganhar. Prefiro ganhar um derby jogando mal do que perder jogando bem», afirmou o médio argentino do Sporting, com um sorriso.
Romagnoli comentou ainda a contratação pelo Benfica do seu compatriota Pablo Aimar, com elogios. «É um jogador clássico, jogou muto bem no River, em Saragoça, no Valência, é um jogador modelo em vários países, também será no Benfica

 

In: Maisfutebol

 

PS - Por motivos técnicos, o vídeo da conferência só estará disponível amanhã ou nos próximos dias. As minhas desculpas e obrigada pela compreensão.



publicado por Filipa às 00:03
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 21 de Julho de 2008
Sunderland vence a Taça Cidade de Albufeira.

 

CRÓNICA:

A instabilidade defensiva do Sporting na segunda parte foi fundamental para a derrota, em Albufeira, frente ao Sunderland. Só Rochemback e Adrien se salvaram da noite menos conseguida dos leões.

No previsível onze inicial do Sporting, Paulo Bento inovou no habitual esquema (4x4x2), arrumando a equipa na clássica variante aberta, com extremos (Pereirinha e Izmailov) e com Adrien e Rochemback no miolo, em detrimento do losango.

Apesar do curto tempo de trabalho, foi visível, principalmente nos primeiros vinte minutos, bom trabalho colectivo, com Rochemback a assumir-se como patrão, mostrando boa visão de jogo e precisão nos passes longos, descobrindo sempre uma linha de passe. Izmailov foi quase sempre o freguês solicitado, mas a sequência da jogada perdia-se na finalização. Yannick (9 minutos) e o russo (18) foram protagonistas de um remate deficiente. Adrien, com futebol adulto, também se evidenciou nesse período, sem medo de arriscar, quer no remate à baliza, quer em iniciativas individuais.

Kieran Richardson, aos 21 minutos, aproveitou uma falha de marcação de Daniel Carriço e esteve próximo de inaugurar o marcador, numa altura em que a equipa inglesa já tinha equilibrado o jogo. O Sporting diminuíra o ritmo inicial e o Sunderland aproveitou para se aproximar da baliza de Tiago.

O equilíbrio entre as duas equipas viria a ser desfeito no marcador por Ronny (28 minutos), na marcação de um livre directo. Remate forte, rasteiro, mas à figura do guarda-redes, que ficou mal na fotografia. Até ao intervalo, o remate de longe foi a opção encontrada pelas duas equipas para visarem as balizas.

O Sporting entrou para a segunda parte com seis substituições e alterou o 4x4x2, passando a jogar em losango, com Rochemback mais recuado. Vukcevic, Romagnoli e Izmailov completaram o sector intermediário. Tiuí rendeu Derlei no ataque.

Cedo se percebeu que a intensidade de jogo do Sporting não era a mesma da etapa inicial, a que se juntaram erros defensivos fatais. Aos 55 minutos, ODonovan antecipou-se a Caneira e empatou o jogo.

Rochemback nunca mais conseguiu pegar na bola, e o ataque do Sporting ficou sem municiador. Vukcevic pouco quis com o jogo e pegou-se com um adversário, dando início a uma fase quezilenta entre os jogadores, que culminou com a expulsão de Chopra.

E foi com menos um em campo que o Sunderland conseguiu vencer, aproveitando as ofertas da defesa leonina. Primeiro, aos 85 minutos, com Nosworthy a desviar um canto da direita, perante a passividade de dois leões. Um minuto depois, Grimi e Caneira facilitaram na construção do golo de Stokes, deixado sem marcação no momento de finalizar.

Com tantos erros defensivos, facilmente é esquecido o que de bom foi feito nos primeiros vinte minutos. Erros infantis e primários a rever.

 

In: Maisfutebol

  

FICHA DE JOGO

Sporting: Tiago; Abel, Carriço, Polga e Ronny; Adrien Silva, Pereirinha, Izmailov e Rochemback; Derlei e Yannick Djaló.
Jogaram ainda: Pedro Silva, Tonel, Caneira, Grimi, Romagnoli, Vukcevic e Tiuí.
Suplentes não utilizados: Ricardo Batista e Vítor Golas.
Treinador: Paulo Bento.

Acção disciplinar: Nada a assinalar.
Golo: Ronny (27 m).


Sunderland: Gordon; Bardsley, Wallace, Nosworthy e Collins; Whitehead, Edwards, Reid e Richardson; Murphy e Dwight Yorke
Jogaram ainda: Fulop, Anderson, Higginbotham, Kavanagh, Leadbitter, O'Donovan, Stokes, Chopra, Prica e Ward.
Treinador: Roy Keane.
Acção disciplinar: Cartão vermelho para Chopra (80m). Expulsão do treinador Roy Keane (80 m)
Golos: Odonovan (55 m), Nosworty (85 m) e Stokes (87 m).

 

 

AVALIAÇÕES À PRESTAÇÃO DE ROMAGNOLI:

• "Parece ainda algo preso e as suas habituais diagonais foram coisa pouco vista." - in Record

 

• "A entrada de Romagnoli sugeria que fosse, a partir daquela altura, o argentino a conduzir o ataque sportinguista, mas não foi capaz de fazê-lo."  - in O Jogo

 

• "Melhor fisicamente em relação ao último jogo, foi o único que, a determinada altura, conseguiu incomodar a defesa inglesa." - in A Bola



publicado por Filipa às 20:47
link do post | comentar | favorito

Sábado, 19 de Julho de 2008
Convocatória para o estágio de pré-época.

 

Paulo Bento divulgou hoje a primeira convocatória da época, onde não constam os nomes de Celsinho, Farnerud e Purovic, confirmando assim que os três jogadores não entram nos planos para a nova temporada.

De resto, o treinador leonino chamou todos os jogadores do plantel, excluindo o guarda-redes Stojkovic, que está a cumprir período de testes no Everton. Os internacionais Rui Patrício, João Moutinho e Hélder Postiga deverão juntar-se ao grupo na segunda-feira, perfazendo então o lote de 25 jogadores que o técnico dos «leões» terá à disposição.

 

LISTA DE CONVOCADOS

Guarda-redes: Rui Patrício, Ricardo Baptista, Tiago e Vítor Golas;

Defesas: Abel, Anderson Polga, Daniel Carriço, Grimi, Marco Caneira, Pedro Silva, Ronny e Tonel;

Médios: Adrien, Bruno Pereirinha, Izmailov, João Moutinho, Miguel Veloso, Rochemback, Romagnoli e Vukcevic;

Avançados: Derlei, Hélder Postiga, Liedson, Rodrigo Tiuí e Yannick.

O grupo viaja ao final da tarde para o Algarve, para onde tem agendado um jogo particular diante do Sunderland, em Albufeira, amanhã. Segue-se estágio em Espanha, preparando o torneio do Guadiana, no próximo fim-de-semana, frente ao Blackburn Rovers e ao Benfica.

 

Fonte: A Bola



publicado por Filipa às 16:58
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 14 de Julho de 2008
Grimi, "companheiro" de Romagnoli, contratado.

 

Leandro Grimi, que representou o Sporting nos últimos seis meses por empréstimo, é a mais recente contratação leonina, desta feita a título definitivo. O argentino, que já se encontra em Lisboa, concedeu uma entrevista ao jornal Record, e, entre rasgados elogios ao Milan, o clube que detinha o seu passe, mas e principalmente ao Sporting, destacou a sua relação com Romagnoli, que foi preponderante para a rápida integração do lateral-esquerdo no plantel.

 

Record – Com que companheiro de clube tem melhor relação?
Leandro Grimi – Tenho boa relação em geral, mas, por ser argentino, com Romagnoli tenho mais afinidade.
 

Para ler a entrevista de Grimi na íntegra, clique aqui.

BEM-VINDO DE VOLTA, GRIMI!



publicado por Filipa às 17:53
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

Domingo, 13 de Julho de 2008
Sporting vence o At. Cacém no 1º ensaio da época.

CRÓNICA

O Sporting venceu este sábado o Atlético do Cacém, por 3-0, no primeiro jogo de preparação para a nova época, realizado na Academia de Alcochete.
O primeiro golo foi apontado por um dos reforços, Fábio Rochemback, logo aos 17 minutos. O médio brasileiro relembrou os adeptos que é uma mais-valia também no que diz respeito às bolas paradas, e marcou de livre directo com um forte pontapé.
Ao intervalo Paulo Bento trocou quase toda a equipa, mas no segundo tempo os «leões» marcaram mais dois golos. Aos 56 minutos foi Pereirinha a festejar, depois de um remate cruzado, já no interior da área.
A contagem foi encerrada por Celsinho, que tem ainda o futuro em aberto mas que rubricou uma boa exibição. O jogador brasileiro surgiu isolado aos 82 minutos e não desperdiçou a oportunidade.
Pouco depois Rodrigo Tiuí acertou na barra (86m), com um remate de fora da área, algo que já tinha acontecido a Derlei na primeira parte (38m), com um cabeceamento na sequência de um canto.

In: Maisfutebol

 

FICHA DE JOGO

Sporting (1ª parte): Tiago; Abel, Carriço, Polga, Ronny; Rochemback, Izmailov, Vukcevic, Romagnoli; Derlei e Purovic.
(2ª parte): Tiago (Golas, 61m); Pedro Silva, Tonel, Carriço, Caneira; Adrien, Pereirinha, Farnerud, Celsinho; Yannick Djaló e Tiuí.

 

Atlético Cacém: Tecelão; Ivan, Arroja, Oliveira, Pedro Coelho; Venda, Veludo, Balão, Pedro, Eder; Nuno Duarte.

Jogaram ainda: Ricardo, Karashym, Mario, Emerson, Alex, João Silva, André, Serginho, Castor e Júlio Fernandes.

 

 

AVALIAÇÕES À PRESTAÇÃO DE ROMAGNOLI:

 

• "Ao cabo de sete treinos, apareceu na sua posição natural e foi um dos leões mais activos na frente. Efectuou um passe mortífero que Derlei não aproveitou aos 8' e quase marcava aos 26'. Deambulou pela frente, baralhando as marcações que os adversários tentavam fazer aos homens mais avançados do Sporting." - in Record.

 

• "Participou de forma intermitente na manobra ofensiva, mas, na verdade, esteve em todos os lances de desequilíbrio da primeira parte."  - in O Jogo

 

• "É o jogador que, aparentemente, apresenta maiores dificiuldades físicas. Mexe bem na bola e, normalmente, quando o espaço é reduzido consegue desiquilibrar. Bons passes." - in A Bola



publicado por Filipa às 16:27
link do post | comentar | favorito

Terça-feira, 8 de Julho de 2008
2º dia de trabalho, 1º golo.

 

O treinador Paulo Bento marcou o treino desta manhã, na academia de Alcochete, para as 9h30, mas a primeira hora passou-a no balneário, a falar com os jogadores. No treino, em peladinhas disputadas por três equipas de seis, marcaram-se quatro golos, indo, neste capítulo, as honras para Derlei, Romagnoli e Izmailov, que bisou. O grupo de trabalho, que hoje já contou com o brasileiro Celsinho, a caminho do Brasil, para o Santos, tanto quanto se sabe, entrou no campo de treinos cerca das 10h30, depois de ouvir Paulo Bento, provavelmente a explicar-lhes o que deles pretende, que metas quer atingir, o que exigirá ao grupo, tanto em termos colectivos como individuais.

Pela frente, treino de mais de uma hora, em que a vertente física terá sido a mais importante, nesta fase da preparação, que vai no segundo dia. Paulo Bento formou três grupos para três esquemas de trabalho e os jogadores iam alternando, acabando por os cumprir todos. Corrida, barreiras, alongamentos, o habitual nesta altura. Depois, os também habituais exercícios de controlo, recepção e passe de bola. Todos a aprimorar a técnica, a recuperar o jeito, a precisão que se terá perdido em trinta dias, com o relaxamento próprio das férias. Mas em breve tudo estará afinado, que os treinos são para isso mesmo. Três equipas disputaram animadas peladinhas, descansando uma enquanto duas se batiam com todos os intervenientes a querer, desde já, mostrar serviço a Paulo Bento, que segue tudo com muita atenção, não se cansando de dar indicações aos jogadores. Ontem, apenas Tiuí marcou, um golo solitário, que soube a pouco, hoje houve quatro, como acima se refere e quatro bem festejados.

Quando todos já pensavam em ir para o balneário, Paulo Bento, não propriamente para lhes abrir o apetite para o almoço, pôs o grupo a correr à volta do campo durante mais alguns minutos. Foi assim, amanhã deverá ser ainda mais puxado, a partir das 9h30, novamente na academia de Alcochete.

 

In: O Jogo Online



publicado por Filipa às 22:13
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 7 de Julho de 2008
Sporting 2008/2009.

REGRESSO AO TRABALHO.

 

 

O Sporting apresentou-se esta segunda-feira ao trabalho na Academia «leonina», após período de férias, com 21 jogadores. Daniel Carriço, Marco Caneira e Fábio Rochemback são as caras novas de um plantel que mantém praticamente inalterada a estrutura da época passada.

Para além das ausências confirmadas – os internacionais Rui Patrício, João Moutinho, Miguel Veloso, Hélder Postiga têm regresso marcado para o dia 21 de Julho e o brasileiro Liedson, indisponível por lesão – a primeira sessão de trabalho ficou marcada pela falta de Celsinho, que deverá ser emprestado ao Santos.

Assim, treinaram Bruno Pereirinha, Adrien Silva, o guarda-redes dos juniores Victor Golas, Daniel Carriço, Izmailov, Farnerud, Vukcevic, Tonel, Tiago, Romagnoli, Tiuí, Caneira, Rochemback, Ronny, Stojkovic, Purovic, Abel, Yannick Djaló, Derlei, Polga e Pedro Silva, numa sessão onde se privilegiou a vertente aeróbica e que teve a duração de hora e meia.

Mesmo assim, após um ligeiro aquecimento e corrida, o treino subiu de intensidade já na companhia da bola - num mini-jogo privilegiando o passe e recepção - e coube a Rodrigo Tiuí a autoria do primeiro golo no arranque da pré-temporada 2008/09.

 

Fonte: Sporting.pt

 

"O CAMPEONATO É A NOSSA PRIORIDADE!"

 

 

Tal como a maioria dos colegas, Romagnoli, ontem, à chegada das férias que passou na Argentina, focalizou o seu discurso na conquista do campeonato nacional. Para ele, conhecedor da mentalidade do clube e do treinador, esse deverá ser o grande objectivo da equipa para a temporada que se inicia. «A minha expectativa é sempre a de fazer uma boa temporada. O campeonato é a nossa prioridade», diz o argentino.

Durante as férias, e apesar da distância, Romagnoli foi acompanhando através da internet, sobretudo pelo site de A Bola, as movimentações em torno da equipa de futebol, contratações e eventuais saídas, pelo que ontem já tinha opinião formada sobre os jogadores que acabaram de chegar para reforçar a equipa. «O Sporting optou esta temporada por contratar jogadores bem conhecidos. Acho que são grandes jogadores. O Rochemback já passou pelo clube e demonstrou qualidade, tal como Caneira. Ambos vão ajudar o Sporting a fazer uma boa época», opina.

Já quanto a Grimi, se fica ou sai, Romagnoli, um dos grandes amigos do lateral-esquerdo, pouco adianta. «Durante as férias, não falei com o Grimi, nem tão pouco com o nosso empresário, Marcelo Simonian. Como é óbvio, gostava que ele ficasse mas não sei o que vai acontecer», finalizou.

 

Fonte: A Bola

 



publicado por Filipa às 18:01
link do post | comentar | favorito