Terça-feira, 27 de Maio de 2008
Romagnoli em entrevista ao CM: "Temos de ser campeões em 2009."

 

Leandro Romagnoli deu uma entrevista ao Suplemento de Desporto do Correio da Manhã, publicada no passado dia 24 de Maio. Numa entrevista com perspectivas passadas e futuras, "El Pipi" fez o balanço da última temporada, perspectivou a próxima e fez, pelo meio, considerações sobre si mesmo e os colegas de equipa. Segue abaixo a transcrição integral da mesma.

 

 

Correio Sport – Que balanço faz à época do Sporting?

Romagnoli - Não é o melhor. Ficámos a muitos pontos do FC Porto. Mas, se atendermos à ponta final, acabou por ser bom, porque assegurámos os milhões da Champions e ganhámos a Taça de Portugal. Queríamos a Liga, mas não deu, porque o FC Porto esteve bastante bem. Não foi um ano excepcional, mas acabou por ser bom. O principal objectivo era ganhar a Liga e esse não foi atingido.

 

– Teve uma época irregular...

– A verdade é que não estava habituado a fazer tantos jogos quando representei clubes na Argentina e depois na minha passagem pelo México.

 

– Com qual das suas duas épocas no Sporting se sente mais satisfeito?

– Penso que estive melhor nos últimos seis meses da minha primeira temporada. Neste ano comecei bem, mas depois passei por uma quebra física. Depois voltei a aparecer bem na ponta final da época.

 

– Para um médio ofensivo, marcar menos de cinco golos não é curto?

– O ideal é marcar dez a 12 golos em 40 jogos. Mas jogo mais longe da área, descaio bastante para os flancos e, pelas minhas características, não apareço muito perto da baliza para rematar.

– Tornou-se no marcador oficial de grandes penalidades. Sentiu-se nervoso?

– Posso dizer que sim, sobretudo no momento do desempate por grandes penalidades na final da Taça da Liga, frente ao Vitória de Setúbal. É que na semana anterior tinha falhado frente ao Nacional. O penálti da Taça da Liga e o do Boavista foram aqueles em que senti maior pressão.

 

– Vai marcar as grandes penalidades na próxima época?

- Penso que sim. Marquei as últimas e estou preparado para isso. Gosto de marcar esses lances.

 

– Mas a equipa mostrou fraqueza nesses lances e baixo aproveitamento...

– Não há como negá-lo. O importante é que, quando se falha, se continue a ter a confiança e a mentalidade de voltar a tentar e para marcar.

 

– A grande penalidade contra o Nacional foi a primeira que falhou na carreira?

– Não, já tinha falhado duas na Argentina.

 

– Esta época foi atribulada e teve mesmo uma discussão mais acalorada com um adepto. O que se passou?

– Foi no final do jogo com o Lagoa, da Taça de Portugal, creio. Os ânimos estavam exaltados e um adepto da Juventude Leonina perguntou-me por que é que os jogadores não cumprimentaram os membros da claque no final do jogo. Eu estava chateado e respondi que não conhecia a Juventude Leonina. Ele ficou furioso, não gostou, e as coisas azedaram, mas nada de grave.

 

– Como é que o balneário recebeu a notícia da contratação de Rochemback?

– Ficou feliz. Eu não joguei com ele, mas quem o fez disse-me que é um excelente companheiro, que tem liderança e que é um excelente jogador. Sempre que vêm jogadores com qualidade e experiência isso é importante.

 

– Gostava de ter Caneira de volta a Alvalade?

– Sem dúvida que sim. É um grande jogador, muito versátil e experiente. Jogadores assim são fundamentais, porque garantem muitas opções ao treinador.

 

– Foi essa experiência que faltou para ir mais longe na Liga dos Campeões?

– Sim, com mais experiência teríamos passado a primeira fase.

 

– Para o ano, os adeptos não esperam menos do que ganhar a Liga. Está preparado para essa ‘cobrança’?

– Temos de estar. Temos de ser campeões em 2009. Tem de ser desta. Vamos trabalhar para fazer uma boa época e sermos mais regulares.

 

– O balneário teve mais problemas nesta época do que na anterior?

– Aconteceram mais coisas. Quando as coisas correm mal há mais nervosismo.

 

– Os episódios entre Vukcevic e Liedson, as declarações de Liedson sobre a 'ditadura' de Paulo Bento ou o facto de Stojkovic se achar o melhor guarda-redes da Europa destabilizaram?

– Não. Tudo ficou resolvido no plantel. O grupo sempre esteve unido. Só assim foi possível acabar a época como o conseguimos. Há sempre problemas, mas não passaram de pequenos problemas.

– Stojkovic foi egoísta ao falar dele, rotulando-se de melhor da Europa?

- O que posso dizer é que ele é uma boa pessoa e um excelente guarda-redes. Quando ele falou que era o melhor ninguém comentou no balneário. Há que respeitar as opiniões, e é bom que ele tenha confiança.

 

– Apoia a continuidade de Derlei?

– Sem dúvida. É uma boa notícia que ele continue. Derlei é um campeão. Mostrou um espírito de sacrifício e de persistência excepcionais. Foi um grande exemplo para o plantel e tornou-nos mais fortes. E quando ele não esteve fez-nos muita falta.

 

– Alguma vez sentiu que Paulo Bento podia estar de saída do Sporting?

– Ao ler tudo o que veio na Imprensa, podíamos ser levados a pensar isso. Mas os jogadores sempre acreditaram na liderança de Paulo Bento e achávamos que o trabalho ia dar resultados.

 

– O Sporting da próxima época vai andar mais em cima do FC Porto para a Liga?

– Vamos dar muito mais luta ao FC Porto, de certeza.

 

– Fica triste com as saídas de Gladstone e Purovic?

– Fico. Falava mais com o Gladstone, muito pouco com o ‘Puro’, por causa do seu idioma. O Gladstone é uma excelente pessoa e sempre colocou os interesses da equipa bem alto.

 

– O que talvez não tenha feito Vukcevic na final da Taça...

– Foi a vontade que ele tem de jogar sempre. É muito generoso, dá tudo o que tem. Ele tem de saber que o Sporting ganhou e que ganhámos todos.

 

– Na final da Taça de Portugal, fez o passe para o golo de Tiuí. Estava a contar que ele marcasse um golo de ângulo tão apertado?

– Naquela altura já não se pensa muito, porque o jogo já ia quase com 120 minutos.

 

– Já pensava nas grandes penalidades?

– Sim. Não pensava que fôssemos ganhar por 2-0.

 

– Tiuí vai ser capaz de estar ao nível dos dois últimos jogos?

– Ele é um grande ponta-de-lança mas, tal como eu, precisou de tempo para se adaptar. Com a rodagem deste ano vai fazer ainda mais pelo Sporting.

 

'RONALDO É MELHOR DO QUE MESSI'

- Portugal pode ganhar o Europeu?

- Considero que sim. Tem grandes jogadores, como Ronaldo, Simão, Deco, Moutinho e Ricardo Quaresma.

 

– Quais são as selecções favoritas?

– Espanha, França e Itália, sem esquecer a Alemanha.

 

– Cristiano Ronaldo já é o melhor jogador do Mundo?

– Penso que sim. Para mim, ele e Lionel Messi, do Barcelona, são os dois melhores.

 

– Mas entre os dois qual elege?

– Cristiano Ronaldo é mais completo. Tem velocidade e drible, como Messi, mas remata melhor e joga melhor de cabeça.



publicado por Filipa às 19:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Quinta-feira, 22 de Maio de 2008
"Só falta ser campeão!"

"SÓ FALTA SER CAMPEÃO!"

 


 

Leandro Romagnoli foi um dos mais decisivos intérpretes na final de Taça de Portugal jogada e ganha, domingo passado, pelo Sporting. Em declarações a O JOGO, o criativo argentino exprimiu a satisfação pelo seu valioso contributo - assistiu Tiuí para o primeiro golo e comandou a jogada de contra-ataque da qual resultou o segundo -, mas, antes, destacou a importância inerente à conquista de mais um troféu. "Estou muito feliz, como é óbvio. Sou jogador do Sporting há dois anos e meio e este é o meu terceiro troféu ao serviço do clube. Conseguimos ganhar a Taça duas vezes seguidas, o que há muito tempo não acontecia. Portanto, este troféu é histórico. É um momento lindo." Sem perder a ambição, "Pipi" traçou metas apontado para a próxima época: "Ainda me falta ser campeão! Quando um dia sair do Sporting, espero levar também esse título comigo. Seria muito bom."

 

Quanto ao desafio do Jamor, o camisola 30 leonino foi sempre dos mais desequilibradores, vendo o seu esforço recompensado, como reconheceu: "Sinto que fui útil e isso é sempre importante para a confiança de qualquer jogador. A final foi muito difícil, sabemos que o FC Porto é uma grande equipa, foi campeão com justiça, mas fomos melhores. Fiquei também muito contente por ter ajudado o Tiuí, que trabalhou muito desde que chegou e merece viver este momento."

 

Quanto à superioridade nos embates realizados com o tricampeão, nesta época, "Pipi" relativizou: "Segredo? Não, não há. Olhando para o que se passou na final, simplesmente fomos determinados, criámos sempre mais perigo do que o adversário e, embora tivéssemos sido obrigados a jogar o prolongamento, vencemos com todo o mérito."


"ADEPTOS FIZERAM FESTA LINDA."

 

 

As dezenas de milhares de pessoas que foram a Alvalade saudar os jogadores pela 15.ª conquista da Taça de Portugal elevaram ainda mais alto a euforia da equipa. O clima de apoteose que se viveu no estádio não deixou Romagnoli indiferente, embora o médio não se impressione com qualquer coisa, como explicou. "Sou argentino e, como sabem, no meu país há uma verdadeira febre dos adeptos pelos seus clubes. No entanto, a festa em Alvalade foi linda. Muito, muito bonita. Adeptos destes, que sempre nos apoiaram, merecem tudo. Vamos construir uma equipa ainda melhor para na próxima época lhes oferecer o Campeonato."



publicado por Filipa às 20:35
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 19 de Maio de 2008
É NOSSA!

 

CRÓNICA:

Tal como nas três anteriores finais da Taça entre Sporting e FC Porto, houve necessidade de tempo suplementar para apurar o vencedor e foi Tiuí a garantir o troféu para Alvalade. Com o nulo no final dos noventa minutos e sem hipótese de finalíssima, o brasileiro saiu do banco e marcou os dois golos do encontro.

Na equipa «leonina», Paulo Bento arriscou na imprevisibilidade de Derlei em detrimento de Vukcevic, enquanto no FC Porto, sem Bosingwa, as novidades foram a inclusão de João Paulo a defesa-esquerdo e Mariano Gonzalez no lugar de Tarik
O Sporting começou melhor, a pressionar alto e numa jogada rápida os «leões» criaram a primeira grande ocasião da partida. Nuno negou o golo a Derlei, após assistência de Yannick Djaló. O FC Porto tentou sacudir a pressão, mas a equipa verde e branca pareceu, desde cedo, estar mais tranquila e com melhor ligação entre sectores. Izmailov testou a atenção de Nuno e pouco depois foi, de novo, Derlei, a desperdiçar excelente ocasião para adiantar o Sporting no marcador, após bela defesa de Nuno.

O FC Porto só conseguiu reagir a meio da primeira parte, através de um cabeceamento de Lisandro, fácil para Rui Patrício, mas os «leões» voltaram à “carga” num remate de Yannick Djaló “parado” por Nuno. O guarda-redes portista ia salvando a equipa com defesas excepcionais, mas aos 35 minutos, foi a vez de Rui Patrício evitar com uma mancha o golo de Lisandro.
Depois, mal a equipa de arbitragem liderada por Benquerença ao anular um golo limpo a Romagnoli, impedindo que os «leões» chegassem ao intervalo em vantagem.

No recomeço, o Sporting voltou a entrar mais determinado e ameaçador para a baliza de Nuno. Contudo, faltou clarividência e também alguma sorte no momento da finalização. A formação nortenha tentava equilibrar em contra-ataque, quase sempre através dos rasgos dos argentinos Mariano e Lisandro Lopez, mas o sinal mais estava do lado do Sporting até surgirem as “aventuras” e “desventuras” do apito de Olegário – o pior em campo no Jamor. O juiz leiriense que havia permitido excessiva dureza dos jogadores na primeira parte, alterou o critério e expulsou João Paulo após entrada dura sobre Moutinho. Com mais uma unidade em campo, e um quarto de hora para jogar – Pereirinha substituiu o lesionado Izmailov – o Sporting podia ter vincado essa superioridade, mas a frescura já não era a mesma e o prolongamento tornou-se uma realidade. Já com Tiuí no ataque, o brasileiro que, logo no início, tinha tido a melhor chance num remate rente ao poste, tornou-se o herói da final ao apontar dois golos de “rajada” que garantiram a revalidação da Taça de Portugal para o Sporting.

 

In: Sporting.pt


FICHA DE JOGO:
Sporting: Rui Patrício; Abel (Tiuí, 91 m), Tonel, Polga, Grimi, Miguel Veloso, João Moutinho, Izmailov (Pereirinha, 76 m), Romagnoli, Derlei (Gladstone, 113 m) e Yannick Djaló.
Treinador: Paulo Bento.
Suplentes: Tiago, Ronny, Simon Vukcevic, Farnerud, Tiuí, Pereirinha e Gladstone.
Disciplina: Cartão amarelo para Abel (54 m) e Derlei (101 m).
Golos: Tiuí (110 e 117 m).


FC Porto: Nuno; João Paulo, Bruno Alves, Pedro Emanuel, Fucile, Paulo Assunção (Tarik, 111 m), Raul Meireles (Kazmierczak, 103 m), Lucho, Mariano Gonzalez (Lino, 78 m), Ricardo Quaresma e Lisandro Lopez.
Treinador: Jesualdo Ferreira.
Disciplina: Cartão amarelo para Paulo Assunção (36 m), Raul Meireles (96 m) e Lucho Gonzalez (111 m); Cartão vermelho para João Paulo (71 m).

Golos: Nada a assinalar.



AVALIAÇÕES À PRESTAÇÃO DE ROMAGNOLI:



• "Um autêntico vagabundo cuja movimentação criou sérios problemas aos homens da defesa do FC Porto, dada a imprevisibilidade do seu jogo. Colocou em campo criatividade e imaginação que contribuíram para a superioridade dos leões. Viu um golo anulado após boa combinação com Izmailov." - in Record.

• "Um jogo de alto nível do médio criativo argentino. E foi exactamente na arte de criar que "Pipi" se destacou, com jogadas de bom recorte técnico, passes bem medidos, como foi o caso da forma como desmarcou Derlei nas costas da defesa portista (18'). O camisola 30 sabe gerir, como poucos, a posse de bola, e nesse sentido foi determinante nos momentos de definir a forma como o Sporting deveria sair para o ataque. Para abrilhantar um jogo de alto rendimento, fez a assistência para o primeiro golo de Tiuí e ainda conduziu o ataque que está na origem do 2-0. A magia das pampas esteve no Jamor."  - in O Jogo

 

• "Tentou ser o elemento em foco na segunda linha do ataque leonino, procurou espaços, mas já sabia, certamente, que superar Paulo Assunção não é tarefa fácil. Mesmo assim foi sempre empreendedor e chegou com perigo à baliza de Nuno, vendo o seu principal lance - um golo - anulado pela arbitragem." - in A Bola



A FESTA:
 

 

 

 

GRANDE SPORTING!



publicado por Filipa às 22:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sábado, 17 de Maio de 2008
Os convocados para o Jamor.

 

 

Realiza-se amanhã a final da segunda mais importante competição portuguesa de futebol. No Estádio do Jamor, Sporting e FC Porto vão disputar a conquista da Taça de Portugal, naquela que é conhecida por "a festa do futebol".

Tanto os «leões» como os «dragões» apostam forte no troféu. Enquanto o Sporting vê no Jamor a possibilidade de salvar uma época que até começou bem, com a conquista da Supertaça precisamente contra o seu adversário de amanhã, o FC Porto tem em mente a dobradinha, após conquistar o Campeonato Nacional.

 

Paulo Bento debate-se, para este jogo, com uma ausência de peso: a de Liedson. O avançado brasileiro foi ontem submetido a uma arteroscopia e enfrentará uma paragem nunca inferior a quatro meses. No entanto, o técnico leonino está confiante de que os seus jogadores conseguirão contornar esta baixa, até porque nos últimos 3 jogos em que o Levezinho já não participou, os «leões» venceram sempre. Também Polga lamentou a lesão do compatriota mas ressalvou a necessidade de se encontrar alternativas ao baiano: "Importam os que estão", disse o central em conferência de imprensa.

O regresso de Derlei, após três jogos de castigo, é por isso uma excelente notícia para o Sporting, embora Paulo Bento deva apostar em Yannick e Simon Vukcevic na frente de ataque. Em relação à última convocatória, destaque ainda para as saídas de Purovic e Celsinho, por opção. Aliás, excluíndo Liedson, o treinador leonino tem mesmo todo o plantel disponível para esta final.

 

O encontro tem hora marcada para as 17h00, e será arbitrado por Olegário Benquerença. Aqueles que não conseguiram bilhete, poderão assistir à transmissão do tira-teimas em directo e em exclusivo na SIC.

 

LISTA DE CONVOCADOS:

Guarda-redes: Rui Patrício e Tiago.
Defesas: Anderson Polga, Ronny, Tonel, Grimi, Gladstone e Abel.
Médios: Izmailov, Vukcevic, Farnerud, Miguel Veloso, Pereirinha, João Moutinho e Romagnoli.
Avançados: Yannick, Tiui e Derlei.
 

FORÇA SPORTING!



publicado por Filipa às 19:52
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Segunda-feira, 12 de Maio de 2008
TriChampions!

 

CRÓNICA:

Em dia de aniversário de Miguel Veloso e de Ronny, a vitória dos "leões", por 2-1, frente ao Boavista e a consequente qualificação para a fase de grupo da Liga dos Campeões foi uma boa prenda para a equipa, dirigentes, sócios e adeptos sportinguistas. O Sporting estará, pela terceira vez consecutiva, na maior competição europeia.

Quanto ao jogo que lhe garantiu o acesso directo à liga milionária, não se registaram grandes alterações na equipa. Paulo Bento utilizou Tiuí e Vukcevic (muito bem apoiado por Izmailov), substituindo Yannick Djaló, Liedson e Derlei na linha e ataque.

O Boavista poderia ter estragado a festa "leonina" logo aos 4 minutos. No lance os axadrezados recuperaram a bola a meio-campo, subiram no terreno em contra-ataque e Mateus cruzou para o golo de Ivan.

O Sporting reagiu bem ao golo sofrido e aos 10 minutos repôs a igualdade no marcador, através de uma grande penalidade convertida com êxito por Romagnoli. O empate era um resultado pouco ambicioso para os "leões", que quiseram terminar o campeonato com mais uma vitória em casa. Recorde-se que o Sporting foi o único Clube que não perdeu em casa neste campeonato.

Assim, os "pupilos" de Paulo Bento procuraram jogar com transições rápidas e sempre em busca da velocidade de Tiuí, de Vukcevic e, naturalmente, de Romagnoli. E, acabou por ser desta forma que nasceu o segundo golo verde e branco, aos 22 minutos. O autor foi Tiuí, num lance em que Vukcevic cruzou para Izmailov que amorteceu a bola com o peito e deixou-a para o brasileiro marcar. A partir daí, e até ao final do jogo, o Sporting geriu o resultado com objectividade e com uma boa circulação de bola em toda a largura do terreno, não dando oportunidade aos boavisteiros de voltar a marcar.

Com o término do campeonato, o Sporting concentra-se agora para a conquista da Taça de Portugal, no próximo dia 18 de Maio, no Estádio do Jamor.


In: Sporting.pt


FICHA DE JOGO:
Sporting: Rui Patrício, Abel, Tonel, Polga, Grimi, Miguel Veloso, João Moutinho, Izmailov (Celsinho, 90 m), Romagnoli (Farneurd, 83 m), Vukcevic e Tiuí (Pereirinha, 66 m).
Treinador: Paulo Bento.
Suplentes não utilizados: Tiago, Ronny, Gladstone, Celsinho e Purovic.
Acção disciplinar: Cartão amarelo para Veloso (48 m)
Golos: Romagnoli (10 m g. p.) e Tiuí (22 m).

Boavista: Jehle, Gilberto, Moisés, Marcelão (Bruno Pinheiro, 30 m), Angulo, Luís Loureiro (Pedro Moreira, 80 m), Fleurival, Jorge Ribeiro (Laionel, 45 m), Mateus, Hussaine, Ivan.
Treinador: Jaime Pacheco.
Suplentes não utilizados: Ricardo Neves, Mário Silva, Hugo Monteiro e Fary.
Acção disciplinar: Cartão amarelo para Marcelão (4 m) e Jorge Ribeiro (44 m).
Golo: Ivan (4 m).


AVALIAÇÕES À PRESTAÇÃO DE ROMAGNOLI:



• "Muito imaginativo e influente no decorrer da primeira parte. Converteu a grande penalidade de forma superior, obtendo a igualdade e, entre outros lances que carimbou, ofereceu o golo a Vukcevic, que acabou por desperdiçar. No segundo tempo, todos estes predicados desapareceram e a exibição ressentiu-se. Foi substituído já perto da fase final da partida." - in Record.

• "Coube-lhe o primeiro remate do Sporting (9'), num movimento diagonal culminado com um remate que Jehle defendeu com dificuldade. Um momento que terá galvanizado o argentino para uma exibição personalizada. Pouco depois (11'), converteu, com segurança, o penálti que restabeleceu a igualdade (1-1) em Alvalade. Extremamente eficaz no capítulo da posse de bola, foi inteligente nos movimentos de progressão, aos quais apenas faltou, por vezes, maior fulgor físico. Saiu debaixo de fortes aplausos."  - in O Jogo

 

• "Sporting em desvantagem no marcador. Grande penalidade. Olha para a bola na marca do castigo máximo... o que terá pensado Alvalade? Foi para ela devagar, remate... golo. O estádio explodiu de alegria. E o argentino partiu para uma exibição muito útil para os objectivos da casa." - in A Bola



OS GOLOS:
Leandro Romagnoli marcou de penalty o primeiro golo do Sporting e deu o mote para a reviravolta leonina e para o garente da Champions:

 

 


publicado por Filipa às 19:27
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito

Sábado, 10 de Maio de 2008
Convocados para o último jogo do Campeonato.

 

Os regressos de Celsinho e de Rodrigo Tiuí são as duas novidades na lista de convocados do Sporting para o jogo deste Domingo frente ao Boavista, relativo à 30.ª e última jornada da Liga portuguesa. Os dois brasileiros regressam às opções após longa ausência e ocupam a vaga deixada por Adrien, excluído da convocatória por opção, tal como Stojkovic, Paulo Renato e Pedro Silva. Derlei, castigado, e Liedson, lesionado, constituem o restante lote de ausências.

 

A recepção a um Boavista afundado em problemas e despromovido ontem pela Liga no âmbito do processo Apito Dourado é fundamental para o Sporting garantir a presença na Liga dos Campeões pelo terceiro ano consecutivo. Aos «leões» basta um empate para garantir o 2º lugar mas Romagnoli já garantiu, no final do jogo em Paços de Ferreira, que o embate frente aos boavisteiros é «para ganhar».

 

O encontro a realizar-se em Alvalade amanhã pelas 20.15h tem transmissão em directo e em exclusivo na SportTV1.

 

LISTA DE CONVOCADOS:
Guarda-redes: Rui Patrício e Tiago.
Defesas: Polga, Ronny, Tonel, Grimi, Gladstone e Abel.
Médios: Izmailov, Miguel Veloso, Vukcevic, Farnerud, Pereirinha, João Moutinho, Romagnoli e Celsinho.
Avançados: Rodrigo Tiuí, Purovic e Yannick Djaló.
 

FORÇA SPORTING!



publicado por Filipa às 17:27
link do post | comentar | favorito

Segunda-feira, 5 de Maio de 2008
Já cheira a milhões!



CRÓNICA:

O Sporting conseguiu três preciosos pontos na deslocação à Mata Real, ficando a apenas um empate de distãncia da qualificação directa para a Liga dos Campeões. Yannick Djaló (34 m) marcou o golo solitário.

Não foi um jogo bonito, mas a extrema necessidade de ambos os conjuntos em conseguir os pontos para concretizar os seus objectivos levaram a que todos os jogadores lutassem por todas as bolas, ofereceram intensidade, nervosismo e incerteza no resultado até ao apito final de Bruno Paixão.

Frente ao 4x3x3 pacense, Paulo Bento apostou no habitual 4x4x2 losango, com Vukcevic e Yannick Djaló na frente, cabendo aos «leões» a melhor entrada em campo, com Yannick (3 m) e Romagnoli (11 m) a estarem perto do golo. O Paços reagiu de imediato, respondendo com duas claras oportunidades, por Edson (22 m) – num corte de tonel sobre a linha – e um remate à barra, por Cristiano (29 m), até que Yannick Djaló, aos 34 minutos, «decidiu o encontro», na sequência de um livre transformado por Miguel Veloso, que Vukcevic desviou, de cabeça, para o remate certeiro do avançado «leonino».

Na segunda parte, a ordem foi para resistir às investidas de uma equipa a lutar pela manutenção e que rondou a baliza de Rui Patrício, mas sem dispor de uma clara ocasião para empatar, à excepção do cabeceamento de Kiko, aos 49 minutos, que passou muito perto do poste «verde e branco».

Os minutos foram passando, com ritmo baixo – foram assinaladas mais de 40 faltas – com Vukcevic, numa das raras ocasiões em que o Sporting conseguiu sair em contra-ataque, a ver (67 m) a sua assistência para golo ser cortada por Kiko, que quase traía, com esta acção, o seu guarda-redes Peçanha.

Com os empates de Benfica, na Amadora, e do Guimarães, em Belém, o Sporting fica a um empate de – na recepção ao Boavista – assegurar o segundo lugar e a qualificação directa para a próxima edição da Liga dos Campeões.


In: Sporting.pt


FICHA DE JOGO:
Paços de Ferreira: Peçanha, Mangualde (Fernando Pilar, 61 m), Kiko, Rovérsio e Chico Silva; Dedé, Filipe Anunciação (Carlos Carneiro, 81 m), Pedrinha; Cristiano, Edson (Fábio Paim, 72 m) e William.
Treinador: José Mota.
Suplentes não utilizados: Coelho, Ricardinho, Ferreira e Tiago Valente.
Disciplina: cartões amarelos a Mangualde (23 m), Chico Silva (31 m), Rovérsio (41 m) e Fábio Paim (88 m).
Golos: Nada a assinalar.

Sporting: Rui Patrício, Abel, Tonel, Anderson Polga e Leandro Grimi; Miguel Veloso, Marat Izmailov (Farnerud, 90 + 1 m), João Moutinho, Leandro Romagnoli (Bruno Pereirinha, 74 m); Yannick Djaló e Simon Vukcevic (Gladstone, 83 m).
Treinador: Paulo Bento.
Suplentes não utilizados: Tiago, Adrien Silva, Ronny e Milan Purovic.
Disciplina: cartões amarelos a Polga (8 m), Vukcevic (54 m), Romagnoli (70 m), Tonel (77 m) e Miguel Veloso (83 m).
Golo: Yannick Djaló (34 m)



AVALIAÇÕES À PRESTAÇÃO DE ROMAGNOLI:

 

• "Escapa pelo contributo que deu na melhor fase leonina, confundindo Dedé e ajudando a criar espaços na dianteira. Foi perdendo gás até ser substituído." -  in Record.

• "Esteve perto do golo (12'), com um remate em arco, de pé esquerdo, que Peçanha defendeu com dificuldade. Sentiu sempre o "peso" de Dedé na sua zona de acção, mas não se resignou e foi importante na missão de garantir maior posse de bola." - in O Jogo

• "Tem um jeito bem especial para tratar o couro, de artista quase, mas há qualquer coisa nele, possivelmente aquela maneira de fazer quase tudo a dez à hora, que chega a ser terrivelmente irritante" - in A Bola


DECLARAÇÕES NO FINAL DO JOGO:



Romagnoli congratulou-se com o triunfo na Mata Real e com o facto de o Sporting ter ficado mais perto (basta um empate na última jornada) de garantir o apuramento directo para a Liga dos Campeões. No final da partida frente ao Paços de Ferreira o internacional argentino mostrou-se satisfeito por a equipa ter somado os três pontos, contrariamente ao que sucedeu aos rivais directos.

Fizemos o nosso trabalho e isso foi o mais importante. Tínhamos de ganhar! No final, soubemos que o Benfica e o V. Guimarães tinham empatado e ficámos contentes com isso”, salientou o médio, dando depois a receita para o confronto da derradeira jornada frente ao Boavista. “As coisas ainda não estão decididas; se perdermos o último jogo corremos o risco de ser ultrapassados. O empate é suficiente, mas é essencial ganhar”, avisou.

Romagnoli não nega, por outro lado, que o acesso à Liga dos Campeões poderá ser uma compensação pela época irregular que os leões acabaram por realizar. “De início, o objectivo passava pela conquista do título e é um facto que fizemos um campeonato irregular. Agora, resta-nos a luta pela segunda posição e tudo faremos para que o Sporting vá à Liga dos Campeões.

In: Record


publicado por Filipa às 21:21
link do post | comentar | favorito

Sábado, 3 de Maio de 2008
Convocados para a decisiva deslocação à Mata Real.

As ausências já anunciadas de Liedson e Tiuí, bem como as integrações de Polga e Purovic, são as principais notas de destaque na lista de 18 convocados que Paulo Bento divulgou ao final da manhã de hoje, com vista à deslocação ao reduto do Paços de Ferreira, antepenúltimo classificado e que, em caso de derrota, carimba a descida à Liga de Honra.

Anderson Polga treinou hoje sem limitações e deverá assim fazer dupla com Tonel no centro da defesa leonina na Mata Real, continuando Gladstone de prevenção. Por seu lado, Purovic, que esteve inapto devido a uma gastroenterite, também recuperou e junta-se a Yannick  e ao compatriota Vukcevic nas reduzidas opções ofensivas leoninas, já que às ausências por lesão dos dois brasileiros, junta-se a de outro brasileiro, Derlei, que está suspenso.

A partida, decisiva para as aspirações de ambas as equipas,  tem o pontapé de saída marcado para amanhã, na Mata Real, a partir das 19.15 horas e com transmissão em directo e em exclusivo na TVI.

LISTA DE CONVOCADOS:
Guarda-redes: Rui Patrício e Tiago.
Defesas: Polga, Ronny, Tonel, Grimi, Gladstone e Abel.
Médios: Adrien, Izmailov, Vukcevic, Farnerud, Miguel Veloso, Pereirinha, João Moutinho e Romagnoli.
Avançados: Purovic e Yannick.

FORÇA SPORTING!



publicado por Filipa às 18:44
link do post | comentar | favorito




Nome completo:
Leandro Atílio Romagnoli
Clube Actual:
Sporting Clube de Portugal
Posição:
Médio Ofensivo/Número 10
Data de Nascimento:
17.03.1981
Idade:
27 anos
Naturalidade:
Buenos Aires, Argentina
Nacionalidade:
Argentina
Altura:
1,72 cm
Peso:
61 kg

CAMPEONATOS NACIONAIS
• Torneo Clausura 2001
San Lorenzo
Argentina - 2001.

• Taça de Portugal
Sporting CP
Portugal - 2006/2007.

• Supertaça Cândido de Oliveira
Sporting CP
Portugal - 2007/2008.

• Taça de Portugal
Sporting CP
Portugal - 2007/2008.


CAMPEONATOS INTERNACIONAIS
• Mundial de sub-20
Argentina sub-20
Argentina - 2001.

• Copa Mercosur
San Lorenzo
Argentina - 2001.

• Copa Sudamericana
San Lorenzo
Argentina - 2002.


TÍTULOS INDIVIDUAIS
• Melhor Jogador do Mês
Sporting CP
Portugal - Maio de 2007.


Diego Maradona, Eu Sou El Diego:
«O rapazito fascina-me. Faltam-lhe pernas, físico, músculos, tudo, mas sobra-lhe coragem para fintar. O resto consegue-se num ginásio.»

Paulo Bento, 30 de Maio de 2007:
«Nunca tive dúvidas sobre o seu talento e qualidades: são extraordinárias. Começou bem, teve oscilações e em momentos adversos não teve capacidade para se superar. Quando regressou das férias do Natal, conseguiu juntar o talento e a qualidade a uma superior capacidade para defender. Dá-nos talento, mobilidade, descoberta de espaços para o golo, muito bom no 1x1, desequilibra e, a partir de certa altura, deixou de durar 45/60 minutos para durar o tempo todo.»


(Clique na imagem para fazer download.)


(Clique na imagem para fazer download.)

Visite o nosso canal de vídeos no youtube, onde estão reunidos golos, jogadas, declarações e outros momentos marcantes da carreira de Romagnoli, aqui.



"Tenho expectativa de jogar."
(27/12/2005)

"Quero imitar outros argentinos."
(30/12/2005)

"Espero o entendimento entre os clubes."
(06/06/2007)

"Romagnoli é muito bom jogador e muito boa pessoa."
Alberto Acosta, (30/12/2005)

"Romagnoli quer ficar no Sporting."
Marcelo Simonian, (27/12/2007)

Quedate Aqui,
27/05/2007

(clique na imagem para ver maior)

Feliz Cumpleaños,
17/03/2008

(clique na imagem para ver maior)



Liga Sagres (13ª Jornada):
Vitória de Setúbal x Sporting
Estádio do Bonfim, 03/01/2009, 20h45, RTP/SportTV1


Sporting Clube de Portugal:
Site oficial
Fórum Sporting
Leão da Estrela

Futebol:
A Bola
Record
O Jogo
Maisfutebol

Parceiros:
Flávio Meireles 26
Izmailov7
Miguel Veloso 24
Postiga The Best
Rabiola 39
Ruben Amorim
Simão Sabrosa

Este blog surgiu com o intuito de tornar mais funcional o único website português dedicado a Leandro Romagnoli, futebolista argentino do Sporting Clube de Portugal, em funcionamento desde Abril de 2007 e que dá, em Novembro do mesmo ano, lugar a um novo formato. O nosso grande e único objectivo é apoiar e homenagear aquele que é um dos mais influentes jogadores leoninos.



ARQUIVO:
2009:
Janeiro 2009

2008:
Dezembro 2008
Novembro 2008
Outubro 2008
Setembro 2008
Agosto 2008
Julho 2008
Junho 2008
Maio 2008
Abril 2008
Março 2008
Fevereiro 2008
Janeiro 2008


2007:
Dezembro 2007
Novembro 2007
Outubro 2007
Setembro 2007
Agosto 2007
Julho 2007
Anteriores a Julho 2007