Quinta-feira, 28 de Fevereiro de 2008
Vitória arrancada a ferros coloca Sporting nas meias.


CRÓNICA
:
Dez dias depois do último confronto, Sporting e Estrela da Amadora voltaram a medir forças, desta feita para a Taça de Portugal, e a passagem dos «leões» às meias-finais acabou por ser garantida a ferros, nos descontos, com um golo de Purovic.


Paulo Bento promoveu algumas alterações na estrutura, tendo em vista o derby do próximo domingo. Abel voltou à titularidade (após ter cumprido um jogo de castigo frente ao Setúbal) na lateral direita, enquanto no lado oposto, Ronny ocupou a vaga de Grimi. No ataque, Tiuí voltou a ser o parceiro de Liedson, relegando Purovic para o banco.

O Estrela veio a Alvalade jogar sem ponta-de-lança, mas foi assustando através de rápidos contra-ataques. O médio Celestino (emprestado pelos leões» tratou de avisar Rui Patrício muito cedo com um remate de longe, numa demonstração clara de que os tricolores queriam discutir a eliminatória. No meio campo esteve a receita para levar de vencida um adversário muito organizado. Paulatinamente, os «leões» conseguiram assentar o jogo, espreitando a velocidade de Pereirinha pelo corredor direito e as movimentações de Romagnoli pelo centro do terreno. Contudo, ia faltando alguma clarividência no momento de visar as redes contrárias. A defensiva do Estrela anulava os lances de envolvimento do Sporting, com uma pressão muito forte no portador da bola e os «leões» tinham pouco espaço para visar as redes de Pedro Alves. Tiuí, num remate cruzado, e Tonel, num cabeceamento bem ao seu jeito, criaram as melhores ocasiões durante a primeira meia hora e, pouco depois, a bola quase entrou na baliza do Estrela, mas Rui Duarte salvou na linha o remate de Liedson. As investidas do Sporting continuaram, com o «levezinho» em destaque, mas Pedro Alves foi negando os intentos aos «leões» com duas boas intervenções.

Com o nulo no marcador, Paulo Bento apostou na vivacidade de Izmailov para dar maior largura ao meio campo – prescindiu de Abel, puxando Pereirinha para lateral-direito – mas pouco depois seria obrigado a poupar Liedson para o derby (queixas na coxa esquerda), fazendo entrar Purovic. Mesmo sem o «levezinho» em campo, o domínio dos «leões» acentuou-se e Izmailov quase fez golo num cruzamento à barra.

O Estrela não desistiu de procurar a vitória e esteve perto de gelar Alvalade, num golo anulado a Giancarlo por fora-de-jogo. No entanto, a persistência «leonina» viria a dar os seus “frutos” no período de descontos, com o remate vitorioso do montenegrino Purovic a garantir a presença do Sporting nas meias-finais da Taça de Portugal.

In: Sporting.pt


FICHA DE JOGO
:

Sporting: Rui Patrício; Abel (Izmailov, 50 m), Tonel, Polga, Ronny (Grimi, 76 m), Miguel Veloso, Pereirinha, João Moutinho, Romagnoli, Tiuí e Liedson (Purovic, 53 m).
Treinador: Paulo Bento
Suplentes não utilizados: Stojkovic; Adrien Silva e Gladstone.
Disciplina: Cartão amarelo para Tiuí (57 m) e Miguel Veloso (58 m).
Golo: Purovic (90+ 1 m).

E. Amadora: Pedro Alves; Rui Duarte, Hugo Carreira, Maurício, Hélder Cabral (Pedro Pereira, 36 m), Fernando, Celestino, Mateus (Marco Paulo, 74 m), Nuno Viveiros (Giancarlo, 64 m), Mendonça e Moreno.
Treinador: Dauto Faquirá
Suplentes não utilizados: Filipe Mendes; Adul, Goianira e Wagnão.
Disciplina: Cartão amarelo para Hélder Cabral (25 m), Celestino (54 m) e Rui Duarte (67 m).
Golos: Nada a assinalar.



AVALIAÇÕES À PRESTAÇÃO DE ROMAGNOLI:



• "Tentou levar a equipa para a frente, mas, por vezes, com exagero de fintas e toques supostamente preciosos. Ganhou em estética, o que perdeu em eficácia. Ainda assim, exibição globalmente positiva." - in Record.

• "O médio argentino procurou todas as formas de desmontar a defesa adversária, abrindo brechas, muito à custa de iniciativas individuais. É certo que nem sempre escolheu s melhores soluções, mas procurou-as, combateu. Aos 30', desembaraçou-se de dois adversários e serviu Veloso à entrada da área, depois apontou um canto que quase originava o golo de Liedson e ainda esteve perto de marcar com um cabeceamento (72') que assustou Pedro Alves. A culminar, combinou com Izmailov no lance que resultou... nas meias-finais da Taça." - in O Jogo

• "Passou ao lado do jogo durante quase toda a primeira parte, apenas com pequenos lampejos pouco consequentes. Mas quando foi preciso assumir as despesas do jogo, lá apareceu o argentino. Na esquerda, na direita, no centro..." - in A Bola


publicado por Filipa às 22:02
link do post | comentar | favorito