Segunda-feira, 14 de Janeiro de 2008
Coimbra perdeu o encanto aos 90'+3.


CRÓNICA
:
O Sporting esteve a vencer em Coimbra com um golo de Tonel, aos 81 minutos, mas deixou-se empatar no período de descontos.

Apesar da vontade de rectificar os últimos resultados, a equipa «leonina» voltou a ser penalizada frente à Académica, não conseguindo regressar às vitórias na liga portuguesa. No Municipal de Coimbra, perante a indisponibilidade de Purovic, Djaló e Derlei, o técnico «leonino» apostou em Simon Vukcevic para fazer dupla atacante com Liedson, enquanto na retaguarda, Ronny voltou à titularidade, depois da ausência na Carlsberg Cup (Had).

O Sporting entrou a pressionar o último reduto da Académica, mas os estudantes cedo equilibraram o rumo dos acontecimentos, através do flanco esquerdo onde sobressaía a velocidade de Hélder Barbosa. A formação comandada por Domingos Paciência deu a iniciativa de jogo aos «leões», procurando surpreender o adversário em contra-ataque. Tiero obrigou Rui Patrício a aplicar-se, após um bom envolvimento ofensivo, mas o Sporting cresceu e foi agitando as "águas" através de lances de bola parada. Isto porque, em ataque continuado, foi falhando inúmeros passes na transição ofensiva e apenas a clarividência de Liedson parecia poder funcionar o marcador em Coimbra. A partir da meia hora, os «leões» melhoraram claramente a produção ofensiva, mas Pedro Roma foi-se superiorizando no duelo com o "levezinho".

Após o intervalo, o treinador da Briosa colocou Hélder Barbosa a avançado, derivando Lito para a esquerda. No Sporting, com Liedson pouco apoiado no ataque, Paulo Bento chamou o júnior Luiz Paez (Izmailov) e, pouco depois, adoptou uma postura mais ofensiva, trocando Ronny por Pereirinha.
A nove minutos do fim, num livre directo de Moutinho, Tonel deu uma cabeçada na "crise", mas o impensável viria a acontecer nos período de descontos, já depois de Tiero ter desferido uma "bomba" ao ferrro da baliza de Patrício. O encanto da despedida estava traçado para os estudantes, quando Pavlovic se antecipou na pequena área, na sequência de um canto, e impediu o Sporting de somar a primeira vitória do ano.

In: Sporting.pt


FICHA DE JOGO
Académica: Pedro Roma; Nuno Piloto, Orlando, Kaká, Vítor Vinha, Pavlovic, Paulo Sérgio (Pedro Costa, 55 m), Cris, Tiero, Lito (Joeano, 65 m) e Hélder Barbosa (Ivanildo, 74 m).
Treinador: Domingos Paciência.
Suplentes não utilizados: Rui Nereu, Markus Berger, Miguel Pedro e Gyano.
Disciplina: Cartão amarelo para Orlando (11 m) e Pavlovic (56 m).
Golo: Pavlovic (90+3 m).

Sporting: Rui Patrício; Abel, Tonel, Polga, Ronny (Pereirinha, 75 m), Miguel Veloso, João Moutinho, Izmailov (Luiz Paez, 63 m), Romagnoli (Farnerud, 78 m), Vukcevic e Liedson.
Treinador: Paulo Bento.
Suplentes não utilizados: Stojkovic; Gladstone, Adrien e Celsinho.
Disciplina: Cartão amarelo para Tonel (23 m), Romagnoli (56 m) e Polga (72 m).
Golo: Tonel (81 m)

AVALIAÇÕES À PRESTAÇÃO DE ROMAGNOLI:



• "Outro exemplo flagrante de falta de inspiração. Trapalhão, nunca conseguiu coordenar a manobra ofensiva da equipa e acabou por ser (bem) substituído por Farnerud." - in Record

• "Noite de profunda falta de inspiração do médio argentino, que se revelou incapaz de criar os desequilíbrios que tanto aprecia, falhando ainda no momento das decisões. " - in O Jogo

• "Muita posse de bola, muitos dribles, muita finta, pouco ou nenhum discernimento no momento de servir os companheiros na área. Parece algo ansioso, assim se explicando o lance em que vê cartão amarelo por não querer entregar a bola ao adversário." - in A Bola


publicado por Filipa às 21:41
link do post | comentar | favorito